Duas Tendências Na Vida Da Diáspora Judaica, Parte 4

laitman_961.2Época do Livro do Zohar

Pergunta: Na Espanha, várias centenas de anos antes do exílio dos judeus de lá, O Livro do Zohar foi revelado, um livro sobre a correção de toda a humanidade, sobre a aprovação do método de conexão ao mundo.

A revelação deste livro sugere que os sábios tiveram alguma oportunidade de usar esse método?

Resposta: Não, não havia grandes Cabalistas naqueles dias que pudessem usar O Livro do Zohar para fazer uma revolução espiritual no povo judeu.

Ele foi revelado no século VII e lentamente começou a se espalhar, mas havia muitos problemas com isso. A grande maioria dos judeus e líderes espirituais do povo judeu não queria que ele fosse revelado, porque causou uma grande confusão na mente e na alma dos judeus. Em geral, O Livro do Zohar fez mais mal do que bem naquela época.

Mas, gradualmente, chegou a hora. Isso aconteceu no século XVI, na época do ARI.

Quatrocentos anos se passaram desde a revelação do Livro do Zohar. Durante esse período, os judeus alcançaram um pouco. Eles já estavam espalhados em diferentes países e experimentavam muitos problemas. Eles estavam enfrentando a questão de por que estavam sofrendo e, portanto, sua atitude em relação ao Livro do Zohar, à correção, à consecução de algum objetivo, tornou-se completamente diferente.

Além disso, grandes Cabalistas como o ARI, Ramchal e Moshe Cordovero apareceram. Esse foi o auge da Cabalá medieval em Safed [Israel].

A sociedade estava pronta para isso. Ela viu quanto sofrimento cai sobre cada geração, como eles são constantemente exilados e, assim, grandes massas de pessoas começaram a acolher a Cabalá.

De KabTV, “Análise do Sistema do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 29/07/19

Comente