Teoria Do Antissemitismo, Parte 1

laitman_750.01Antagonismo Dentro Do Povo Judeu

Comentário: Durante o curso do desenvolvimento humano, nunca houve uma nação que tenha sido submetida a maiores perseguições do que o povo de Israel. Algumas pessoas dizem que isso é irracional. Pelos seus materiais, vejo que isso, pelo contrário, é racional.

Minha Resposta: Super racional! É a lei da natureza.

Pergunta: Qual é a raiz desse ódio? Tanto quanto posso ver, ela está na própria criação.

Resposta: O homem foi criado como egoísta, mas recebeu um método para corrigir seu egoísmo. Ele é encontrado no povo de Israel, isto é, em um pequeno grupo de pessoas organizadas na Babilônia Antiga na época de Abraão, conforme descrito na Torá (Bíblia), por Flavius ​​Josephus, e em muitas outras fontes judaicas e não judaicas.

Nas mãos dos judeus há um método de unir os povos, elevando-se acima do egoísmo, atingindo o nível mais alto de conforto tanto na existência terrena quanto na não terrena. Isso significa que, mesmo durante a vida material, uma pessoa pode começar a sentir o próximo nível de existência e dissolver as fronteiras entre o mundo terrestre e o mundo superior.

Como tudo isso está embutido em nosso método, a sabedoria da Cabalá, os judeus tentaram implementá-lo, especialmente depois de deixar o Egito durante o tempo do Primeiro e Segundo Templos.

Isso aconteceu em uma luta constante entre eles. Afinal, havia grupos entre as pessoas que defendiam a implementação desse método de conexão e alcance de um nível espiritual, uma sensação do mundo superior neste mundo, e grupos que acreditavam que era impossível ou não necessário, porque, como eles pensavam, ainda existem outras oportunidades para uma existência confortável.

Assim, no povo de Israel, sempre houve uma grande oposição de opiniões até o ponto da guerra civil. Isso continuou até o exílio completo durante o período do Segundo Templo. Portanto, não havia necessidade de antissemitismo dos povos do mundo que não gostavam de judeus. Antes do advento das religiões cristã e muçulmana, elas eram praticamente inexistentes.

Pergunta: Então o ódio era entre os próprios judeus?

Resposta: Sim, havia muitas correntes diferentes dentro do povo.

Comentário: Por exemplo, durante o Império Romano, o povo foi dividido em saduceus e fariseus. Então a guerra dos macabeus estava em andamento não com os gregos, mas com os judeus que haviam adotado o helenismo.

Minha Resposta: Mesmo durante o período do Primeiro Templo, formaram-se grandes grupos de pessoas antagônicas.

Comentário: Além disso, não foram os egípcios que impediram os judeus de deixar o Egito, mas uma camada de judeus chamada “multidão mista” (Erev Rav).

Minha Resposta: Deve-se dizer que, embora durante as Cruzadas ou na Europa medieval houvesse pogroms e perseguições de judeus pelos povos vizinhos, a fonte disso veio do ódio entre grupos do próprio povo judeu.

Tudo isso é baseado no princípio espiritual. Entre o povo judeu, há aqueles que acreditam que os judeus devem cumprir sua função espiritual, ou seja, revelar o Criador neste mundo para si e para outros povos. E há quem diga: “Não, podemos existir como os outros. E nossa religião nos é dada para preencher em um nível normal e cotidiano”. É o que está acontecendo hoje.

Pergunta: Então, a disputa é sobre o que é escolhido por Deus? Tenho que cumprir alguns mandamentos externos e, por isso, terei paz e poder futuros sobre todos os povos, ou temos que nos unir e espalhar o método de conexão entre todo o povo?

Resposta: E com isso, por assim dizer, servi-los, tornar-se uma luz para outros povos. De fato, este é um grande trabalho, cuidar da correção do mundo inteiro.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 22/07/19

Comente