O Grupo É A Salvação

laitman_530Se não vejo falhas nos meus amigos, mas apenas virtudes, isso é um sinal de que cheguei à correção. Primeiro, devo seguir pela fé acima da razão, a fim de considerar os amigos absolutamente corrigidos, apesar de não os ver dessa maneira.

Então entendo que a incapacidade de vê-los perfeitos é exatamente o que tenho que corrigir. Amigos são como um espelho no qual vejo todas as minhas qualidades.

Segue-se que o grupo é a salvação. Afinal, a coisa mais importante na cura é o diagnóstico correto. Não é sem razão que agora está sendo prestada tanta atenção ao teste do coronavírus para determinar se uma pessoa o tem ou não.

E se o grupo me ajuda a revelar minhas doenças, faz o mais importante. Depois disso, posso trabalhar com o mesmo grupo, corrigindo minhas deficiências. Vê-se claramente que, ao me aproximar do amor e da amizade, me corrijo e curo meu egoísmo.

Assim você pode ir do começo ao fim, sempre se analisando em relação ao grupo: quanto critico meus amigos, quão insatisfeito estou com eles e quão imperfeitos eles são aos meus olhos?

Quando os vejo perfeitos em meu coração, isso significa que me corrigi. Não importa o que está fora de mim. Todo o cálculo é apenas comigo mesmo: como sou deficiente e quanto posso me corrigir. Mas isso se aplica apenas aos relacionamentos no grupo Cabalístico. Exceto por esse amor pelos amigos, em tudo o mais devemos nos comportar como é habitual entre todas as pessoas em nosso mundo.

Quero ver todos os amigos iguais e ótimos, e peço isso ao Criador. Quero sentir os amigos em meu coração, fundidos e unidos como um corpo, uma pessoa, e estou com eles. Meu coração os segura, os abraça e se enche deles.

E se eu dominar essa atitude em relação à perfeição, revelarei que tudo isso é um coração compartilhado dentro de mim e está cheio do Criador, Seu amor e doação. Graças a essa abordagem, começarei a revelar o mundo espiritual.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 30/03/20, Escritos do Rabash , “Sobre a Importância dos Amigos”

Comente