Não Há Problemas Individuais, Mas Comuns

laitman_943Pergunta: Quando oramos pela saúde dos outros, perdemos algo ou, pelo contrário, recebemos força e saúde para orar?

Resposta: Se eu oro pela saúde do outro, se estou no mesmo sistema que ele, como posso perder alguma coisa?

Quando alguém fica doente no sistema em que estamos todos diretamente conectados, ele sinaliza para todo mundo que todo o sistema está doente. É expresso nele como um elemento particularmente sensível, que ele representa.

Mas esse problema não é dele, é o nosso problema comum. Ninguém é responsável por si mesmo, ninguém fica doente e ninguém se comporta mal. Tudo isso é expresso apenas como resultado da violação da interação humana integral geral.

O que significa orar ou pedir? Nós nos conectamos e tentamos nos voltar para a força superior, de modo que ela equilibre todas as qualidades e fenômenos negativos que aparentemente são expressos através de alguém em particular.

Mas como não é dele, mas nosso problema comum, temos o direito de orar por ele. É exatamente quando compensamos a natureza e recebemos uma resposta maravilhosa. Vamos tentar e você verá como isso funciona.

É por isso que não devemos permanecer indiferentes ao que está acontecendo ao nosso redor: “Não nos importamos com o que está acontecendo na Itália. Tudo está quieto aqui!” Tal atitude apenas agravará a condição. Esta é uma reação horrível!

Portanto, devemos pensar em como podemos responder ao que está acontecendo, especialmente agora, quando a crueldade integral de nossos relacionamentos está sendo revelada.

Pergunta: Devemos orar pela saúde das pessoas ou pela correção do sistema? E como devemos fazer isso corretamente sem dizer ao Criador o que fazer?

Resposta: Devemos pedir ao Criador que nos mostre como se conectar corretamente. Não precisamos de mais nada. Se adicionarmos a isso que desejamos nos unir corretamente, a fim de formar uma conexão mútua que revele o Criador dentro de nós com o objetivo de trazer satisfação a Ele, nos voltaremos a Ele corretamente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/03/20

Comente