Mudar Para A Primeira Engrenagem Espiritual

Laitman_117Nós estamos em um sistema integrado, como engrenagens conectadas. Essa é a forma da dezena, na qual todos deveriam, de forma prática, como uma experiência sensorial, revelar que giramos juntos como engrenagens e dependemos um do outro. Cada um em sua rotação determina o movimento de todos os outros. Se eu me virar um pouco, sou responsável por girar todas as outras rodas dentro da dezena. Todos os amigos estão girando por minha causa e, portanto, sou responsável pela minha vez.

Eu sou obrigado a levar em consideração todo o movimento geral que estou causando e avaliar se será para o bem de toda a dezena, e só nesse caso começar a girar na direção ideal e na melhor medida. E não faça nenhum movimento antes disso.

Imagine que você tem dez engrenagens conectadas dentro de um mecanismo, onde cada uma, ao virar, torce todo mundo. Portanto, antes de virar, devo levar em consideração como isso torcerá a todos e se será bom para todos. Não estou autorizado a fazer o menor movimento sem levar tudo em consideração.

Mas é impossível viver assim! É por isso que nos é dada uma oportunidade especial chamada “este mundo”, ou seja, uma máquina que permite a todos girar como se deseja.

Então a alavanca na caixa de câmbio é deslocada de cima, movendo-nos para a próxima engrenagem superior, onde nos encontramos realmente conectados um ao outro e forçados a levar em conta o movimento geral. Então, subimos ao primeiro nível espiritual. E se estabelecermos nossas relações nesse nível e pudermos girar juntos sem deixar ninguém fora da conexão com os outros, podemos avançar e mudar para a terceira marcha, e depois para a quarta, quinta e assim por diante, e percorrer 125 etapas.

Em cada nível, nos tornamos cada vez mais estreitamente conectados e cada um leva em consideração o número crescente de marchas no sistema. Ele as vê, sente-as e pode calcular todo o sistema em geral. E o cálculo geral para todo o sistema é o Criador; portanto, desta maneira nós O construímos, como se diz: “Vocês me fizeram”.

Hoje temos um problema: é como se estivéssemos andando em um carro com uma engrenagem material, na qual não temos permissão para levar em conta outras pessoas, mas somos obrigados a mudar para a primeira marcha espiritual. Assim o coronavírus aparece, nos causa problemas, nos impede de continuar da maneira antiga e nos obriga a subir. E para subir ao nível espiritual, precisamos começar a sentir um ao outro, a nos adaptarmos melhor. E como fazer isso se não houver esse sentimento?

Façam um esforço, peçam juntos, orem; então, de cima, recebemos um sentimento de força mútua. O Criador harmonizará nossa conexão, nos unirá e permitirá que sintamos dependência um do outro, o que nos dará razão e entendimento de como organizar tudo isso de uma forma geral. Assim vamos seguir em frente.

Precisamos fazer essa transição agora. Vai acontecer de qualquer maneira, desejando ou não. Mas essa mudança pode ocorrer como resultado de nossos esforços e participação consciente, e será agradável, prazerosa, suave e gentil. Caso contrário, acontecerá em outra guerra mundial: a terceira, quarta, quinta, sexta … Quem sabe quantas mais guerras e problemas pessoais estão à nossa frente? É melhor mudarmos a caixa de câmbio.

Da Lição Diária de Cabalá, 26/04/20 , “Conectando o Mundo na Última Geração”

Comente