Dois Tipos De Atitudes Em Relação Ao Criador

Laitman_177.13Existem leis absolutas para alcançar o Criador e elas nunca mudam de uma pessoa para outra. Qualquer pessoa que queira alcançar o Criador a partir de nosso estado terreno, precisa executar ações precisas e construir certos atributos internos, e assim começará a revelar o Criador através dos 125 níveis de realização dos mundos.

Ninguém neste mundo é capaz de mudar esse quadro, essa sequência, as condições ou essas regras que existem ao longo da história. Eles sempre serão os mesmos para todos. Nossos sentimentos são subjetivos, mas a obtenção de sentimentos é absolutamente a mesma e objetiva e decorre da resistência geral entre a luz e o vaso (desejo).

A criação é chamada de desejo e o desejo é novo a cada vez e muda sob nossa influência e a influência do Criador de cima. Aqui precisamos distinguir entre dois tipos de atitudes em relação ao Criador. Por um lado, é uma atitude em relação ao próprio Criador e, por outro, é uma atitude em relação ao que deriva Dele. Não podemos dizer nada sobre a atitude em relação ao Criador, exceto pelo fato de que Ele é a fonte e nada mais do que isso.

A fonte do que? Dos bons ou dos maus?
Eu não sei.
Mas você se sente bem agora?
Sim, me sinto bem.
E você pode se sentir mal?
Sim eu posso.
Então, isso significa que a fonte muda?

Os Cabalistas nos dizem que a fonte não muda. A doação absoluta desce dela constantemente, que é o que chamamos de luz superior. Mas você está em suas qualidades em um certo estado em relação a essa influência da doação do Criador, e assim cada vez você sente os impactos Dele de maneira diferente.

Em princípio, falamos sobre nossos estados e não sobre o estado do Criador. Portanto, uma pessoa precisa entender que, quando diz que o Criador é bom ou mau e que Ele me afeta de uma maneira ou de outra, não é que o Criador mude, mas que a própria pessoa muda, mas parece-nos que é o Criador que muda.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 08/12/19

Comente