“O Que São Algumas Fotos Que Merecem Milhões De Curtidas?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:O Que São Algumas Fotos Que Merecem Milhões De Curtidas?

Seria sensato promover fotos e outras mídias que mostrem exemplos de amor, união, consideração mútua, apoio e incentivo acima de todas as diferenças, a fim de influenciar positivamente a humanidade com tais ideais.

Quanto mais fôssemos influenciados a querer amar e nos conectar positivamente, aproximando-nos da sensação de que somos todos uma única família, mais experimentaríamos uma saúde social aprimorada, mais felicidade e confiança, menos crime, ansiedade, estresse, depressão e muitos outros fenômenos negativos em nossas vidas.

Essa foto foi tirada na Convenção Mundial de Cabalá de 2008 em Tel Aviv, Israel. A cada ano, milhares de pessoas se reúnem nesta convenção de dezenas de países a fim de se unirem acima de todas as diferenças e, ao fazer isso, pretendem se tornar um minimodelo positivo da humanidade.

O método de conexão (Cabalá) começa por reconhecer que somos egoístas por natureza – cada um de nós, por padrão, considera o benefício próprio em benefício de outros – e que essa qualidade egoísta é a causa de todos os nossos problemas.

Portanto, a aproximação do amor e da união é feita não ingenuamente, mas como um jogo: que estabelecemos uma meta de nos conectarmos positivamente acima da divisão inata e das diferenças que sentimos uns pelos outros – não apagando essas sensações divisivas, mas conscientes delas e de sua fonte – e assim atuando em uma atmosfera social em que cada um de nós visa se apoiar-se mutuamente, incentivar-se e inspirar-se a conectar-se e sentir-se – em última instância, toda a humanidade – não menos do que sentimos nossas próprias famílias e nós mesmos.

Jogar esse jogo nos aproxima das leis fundamentais da natureza: leis de amor, doação e conexão. Assim, despertamos uma influência positiva da natureza que nos ajuda a nos sentirmos mais próximos, acelerando o ritmo de nosso desenvolvimento, sentindo pessoas que eram tão estranhas, sentindo todos como uma família.

Comente