“O Seder De Pessach Na Era Do Coronavírus: Um Meio Para A Conexão Espiritual” (Times Of Israel)

O The Times of Israel publicou meu novo artigo: “O Seder De Pessach Na Era Do Coronavírus: Um Meio De Conexão Espiritual

Como vamos passar nossa primeira Pessach nas condições sociais de distanciamento provocadas pelo coronavírus?

Como será o Seder de Pessach?

Inicialmente, muitas famílias usarão a ferramenta de videoconferência Zoom para se conectar virtualmente no Seder. No entanto, enquanto o coronavírus nos separa fisicamente um do outro, temos uma oportunidade única de não apenas nos conectar virtualmente, mas de exercitar o que significa estar em uma conexão mais espiritual.

O Que É Conexão Espiritual?

Conexão espiritual é quando queremos sentir um ao outro em nossos corações. É quando eu aceito o desejo da outra pessoa como sendo meu, desejando realizá-lo como se fosse o meu próprio desejo, e a outra pessoa faz o mesmo comigo.

Portanto, enquanto nos sentimos fisicamente distantes um do outro, internamente, em nossa atitude comum um com o outro, podemos nos sentir como um.

Se tivéssemos uma visão mais ampla sobre por que certos eventos acontecem em nosso mundo, veríamos que a pandemia de coronavírus – em como ele interrompeu o mundo e nos isolou fisicamente um do outro – chegou precisamente para que revisássemos nossa atitudes mútuas e, finalmente, realizam conexões mais positivas e espirituais.

Se não conseguirmos estabelecer mais conexões espirituais mútuas durante essa crise, podemos esperar que problemas piores ocorram, sejam mutações mais elaboradas do coronavírus ou outros.

Por quê? Isso ocorre porque nossas conexões positivas nos equilibram com a forma interconectada e interdependente da natureza e, quanto mais nos desenvolvemos, mais há uma expectativa da natureza sobre nós de dar passos conscientes em direção a nossa conexão positiva.

Nossa incongruência com a natureza, por outro lado, traz muitas formas de inconveniência e sofrimento que experimentamos, a fim de nos conectarmos positiva e espiritualmente.

Uma Nova Dimensão De Percepção E Sensação, Onde Todos Existimos Como Um

Seria sensato saudar as condições que o coronavírus nos traz e atualizar a proximidade espiritual com a qual a natureza quer que acordemos, sentindo-nos mutuamente em uma nova dimensão de percepção e sensação, onde todos existimos como um.

Ao fazer isso, não sentiríamos desejo pelo Seder de Pessach comum a que nos acostumamos, onde nos vemos sentados próximos à mesma mesa. Em nossa proximidade espiritual, sentiríamos todo um novo tipo de energia como que iluminando e preenchendo o espaço entre nós: uma nova sensação de alegria que se revela em nosso esforço comum de superar distâncias físicas com atitudes de consideração mútua, amor, apoio e encorajamento.

Além disso, se nos conectarmos espiritualmente, também não sentiremos necessidade de uma conexão virtual através de nossas telas de computador ou dispositivos móveis. Teríamos uma sensação muito mais profunda e genuína um do outro. É como meu professor Rabash escreve em sua oitava carta:

“Depois de adquirir essa vestimenta mencionada acima, centelhas de amor começam imediatamente a brilhar dentro de mim. O coração começa a se unir aos meus amigos e me parece que meus olhos veem meus amigos, meus ouvidos ouvem suas vozes, minha boca fala com eles, as mãos se abraçam, os pés dançam em círculo, em amor e alegria junto com eles, e transcendo meus limites corporais. Eu esqueço a vasta distância entre meus amigos e eu, e a terra estendida por muitos quilômetros não ficará entre nós. É como se meus amigos estivessem bem dentro do meu coração.

Portanto, eu espero que façamos o melhor uso possível das condições especiais em que nos encontramos, que compreendamos nossa conexão como um sistema único, “como um homem com um coração”, acima do distanciamento social.

Assim, veríamos o coronavírus não como uma crise, mas como uma oportunidade e um presente amoroso da natureza, a fim de nos permitir perceber uma conexão totalmente nova, mais positiva e espiritual entre si.

Comente