“O Nascimento De Um Novo Mundo” (Thrive Global)

Thrive Global publicou meu novo artigo: “O Nascimento De Um Novo Mundo

A nova realidade positiva que podemos esperar após a crise do coronavírus

FOTO DE ARQUIVO: Um trader usa uma máscara enquanto trabalha no pregão da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) enquanto o edifício se prepara para fechar indefinidamente devido ao surto de doença por coronavírus (COVID-19) em Nova York, EUA, 20 de março de 2020. REUTERS/Lucas Jackson/Foto de arquivo

Incerteza, medo e ansiedade são os agentes de contágio maciço quando as pessoas enfrentam uma mudança repentina e drástica como a que experimentamos agora com a pandemia de coronavírus, mas o surto é, na verdade, um prelúdio para uma profunda mudança positiva. A palavra mashber (crise) em hebraico significa “o local de nascimento”. Esse colapso na verdade sinaliza o começo de algo novo.

Da mesma forma, nas obras de Hipócrates, o termo “crise” era aplicado ao fim de uma doença. Embora para experimentar um novo começo, precisamos superar um período de transição que possa ser doloroso e dramático, como acontece com as dores do parto. O mundo está enfrentando fortes contrações desencadeadas pelo COVID-19 em todas as áreas possíveis da sociedade humana, pois o planeta não pode mais suportar a atitude da pessoa em relação à natureza.

“A crise está nos ajudando a atingir esse nível de consciência – onde começamos a nos sentir como partes de um único sistema, um mecanismo. Dentro da estrutura circular em que existimos, somente juntos podemos dar origem a uma nova realidade, a um grau superior e positivo da humanidade”

Michael Laitman

O Propósito da Criação

O plano da criação é elevar a humanidade a um novo nível de existência. Assim, os golpes que afetam a humanidade atualmente são de fato uma tremenda força da natureza para proteger e curar a si mesma, mostrando-nos o que fazemos de errado: cuidar apenas de nós mesmos em detrimento dos outros – um ego humano mal direcionado. Vamos entender sua mensagem tentando se tornar parte integral do ecossistema – ao qual todos pertencemos – em vez de usá-lo e sabotá-lo.

O que agora percebemos como uma situação insuportável é, de fato, um acúmulo e intensificação de numerosas crises em vários níveis que estamos acumulando há muito tempo, não apenas ecologicamente, mas também financeiramente; entre casais, famílias e pessoas; em todos os aspectos de nossas vidas. A epidemia não chegou por acaso, serve a um propósito: curar nossa desconexão e relações desequilibradas que prejudicam a natureza.

Repensando Nossas Prioridades

Nós construímos nosso mundo de tal maneira que nos tornamos escravos dos dias modernos, trabalhando 12 horas por dia, indo e voltando. As crianças dificilmente passam tempo com os pais. Os governos imprimiram dinheiro e criaram dívidas, e a sociedade criou pilhas de produtos desnecessários. O surgimento do vírus nos forçou a examinar o que temos neste mundo e refletir sobre a questão: para que vivemos? Para ganhar dinheiro? Ou é para ter filhos e morrer? Temos que passar por um processo de avaliação para encontrar respostas.

Seria ingênuo pensar que a transição para uma nova realidade seria leve e fácil, mas a passagem deve ocorrer. Milhares de vidas estão sendo perdidas enquanto a economia global pode estar fadada ao colapso. Assim, é difícil, nessas circunstâncias, prever uma luz no horizonte. Já há milhares de anos, a sabedoria da Cabalá se referia a esse período como especial, um período em que mudanças importantes seriam reveladas depois que excedermos nosso desenvolvimento egoísta, um tempo que finalmente nos levaria a uma notável renovação. Como o Cabalista Yehuda Ashlag (Baal HaSulam) escreveu: “A mente vê o que passou e corrige suas futuras condutas”. (Os Escritos da Última Geração)

Qual será o resultado da atual crise? É minha esperança que nos tornemos mais sábios, pois veremos mais claramente o que realmente importa na vida. Além disso, eu espero que organizemos um mundo novo e mais equilibrado, no qual não sentiremos satisfação em tirar vantagem dos outros para ganho pessoal e prejudicar o meio ambiente, devido à percepção de que, no final, isso terá consequências negativas para todos. Essa transformação positiva exigirá um processo gradual de adaptação a essa nova realidade e exigirá de cada um de nós que participemos ativamente da construção de uma sociedade totalmente conectada. Como? Ao estudar e replicar os atributos da natureza, onde tudo é interdependente, existindo na homeostase e nas relações recíprocas, onde todas as partes trocam os nutrientes e as informações necessárias para o bem-estar de todo o sistema.

A crise está nos ajudando a atingir esse nível de consciência – onde começamos a nos sentir como partes de um único sistema, um mecanismo. Dentro da estrutura circular em que existimos, somente juntos podemos dar nascimento a uma nova realidade, a um grau superior e positivo de humanidade.

– Publicado em 23 de março de 2020

Um Comentário

  1. Gostei muito! Obrigada.

Comente