Da Babilônia A Roma, Parte 1

749.02A Fundação Do Povo De Israel

Pergunta: Durante o Primeiro Templo, o povo judeu alcançou seu ponto de união. Como resultado, o Templo foi construído, um símbolo da união de todas as 12 tribos. Um declínio espiritual então começou, que implicou na separação do povo. Ele durou cerca de 16 anos e terminou com a destruição do Templo e o exílio babilônico.

Baal HaSulam, em seu artigo, “Exílio e Redenção”, escreve sobre esse período: “E porque eles não o fariam, mas desejavam incluir seu egoísmo estreito, ou seja, Lo Lishma, isso desenvolveu a ruína do Primeiro Templo, uma vez que eles desejavam exaltar riqueza e poder acima da justiça, como outras nações”.

Mas porque a Torá o proíbe, eles negaram a Torá e a profecia e adotaram as maneiras dos vizinhos para que pudessem desfrutar a vida tanto quanto o egoísmo exigia deles. E porque eles fizeram isso, os poderes da nação se desintegraram: alguns seguiram os reis e os oficiais egoístas, e alguns seguiram os profetas. E essa separação continuou até a ruína.

De que tipo de justiça estamos falando?

Resposta: Nesse caso, o conceito de justiça refere-se ao povo judeu, pois segue desde o seu próprio fundamento: por que e como foi criado.

O fato é que eles se reuniram em várias pequenas nações que habitavam a Babilônia durante o tempo de Abraão e foram criados com a condição de “amar ao próximo” e “o amor cobre todas as transgressões”.

Portanto, se eles aderem a essa regra, eles existem como povo, e se tomam outras condições como base para sua existência, então, do ponto de vista das forças que agem sobre eles, eles não são mais um povo.

Outras forças influenciam o resto das nações, uma vez que cada nação é afetada por sua própria força, o chamado “anjo da guarda”. Em outras palavras, o poder comum que existe na humanidade age seletivamente sobre cada grupo de 70 nações do mundo.

O povo de Israel não lhes pertence porque é uma assembleia de seus representantes. O povo judeu é muito diferente e oposto um ao outro. Se eles se reúnem para coexistir corretamente sobre seu egoísmo, são viáveis. Mas se essa regra for violada e eles pararem de se apressar para se unir a todos os seus problemas, se tornarão um povo disperso.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 08/07/19

Comente