Anticorpos Contra O Egoísmo

laitman_961.2O coronavírus é consequência da conexão interrompida entre as pessoas. Tudo está harmoniosamente conectado na natureza, no nível das partículas elementares, isto é, na matéria inanimada, bem como nos níveis vegetativo e animado.

Nesses níveis, todos usam os outros apenas na medida necessária à qual seu instinto natural obriga. Um lobo pega e come a ovelha não porque deseja prejudicá-la; ele só precisa comê-la para sobreviver. Mas depois que o lobo estiver cheio, ele não tocará outras ovelhas. Não haverá outro desejo de matá-las.

Se uma pessoa aparecer em vez do lobo, ela matará todas as ovelhas, enviará a carne para a loja, ganhará dinheiro e descobrirá como gastá-lo para seu próprio prazer.

O egoísmo da pessoa não conhece fronteiras. Seu desejo de desfrutar não permanece nos prazeres animais de comida, sexo e família. Ele tenta usar os outros a seu favor, conquistar o mundo inteiro, elevar-se acima de tudo com a ajuda do dinheiro, honra e poder. Esse desejo destrói nossas vidas, tornando-nos inimigos um do outro.

Riqueza, fama e conhecimento são realizações egoístas que exigem que uma pessoa esteja acima das outras. Assim, ela lança todos os tipos de truques para ganhar dinheiro com os outros. Isso já envolve competição.

Nós não competimos uns com os outros em relação a comida, sexo e família; nós simplesmente os apreciamos como qualquer animal faria. No entanto, o nível humano é caracterizado pelo fato de exigir dinheiro, honra e conhecimento. Esse desejo egoísta não pode ser satisfeito; exige mais e mais.

Mas a natureza, que é um sistema global integral, discorda disso, assim como uma árvore discorda de ser derrubada. A natureza resiste e produz anticorpos que impedem uma pessoa de invadir e destruir os sistemas naturais.

A natureza é uma lei integral que une todos os elementos e não permite que se governe, mas apenas para manter uma conexão mútua com o restante dos elementos. Portanto, assim que vamos longe demais com nosso interesse próprio, imediatamente sentimos a resistência de outras pessoas, da sociedade ou de algumas partes da natureza.

Avanços adicionais são possíveis apenas com a condição de que uma pessoa observe a lei integral da natureza, sem esquecer que estamos todos dentro da mesma esfera conectada por uma rede.

O universo e a Terra com tudo o que existe: natureza inanimada, plantas, animais e pessoas estão incluídos em um mecanismo e dependem um do outro. Em todo esse sistema, existe apenas uma lei, que exige que todos se complementem.

O egoísmo humano é o único componente que odeia a todos e quer usá-los para seu próprio benefício. Não apenas nós, humanos, queremos usar a natureza, mas também lutamos uns com os outros.

O egoísmo nos levou a um mundo global em nossa busca de ganhar mais e mais um do outro. Mas não aspiramos a boas conexões entre nós, o que contribuiria para todas as partes da natureza. Pelo contrário, onde quer que uma pessoa se infiltrasse na natureza, ele tentava subjugá-la, destruindo espécies inteiras por capricho, sem pensar nas gerações futuras e nem mesmo no seu amanhã.

Dizem: “Vão viver um do outro”. Isto é, cada um produz algo próprio: um planta pepino e o outro assa pão, então trocamos um com o outro. Mas, gradualmente, esse fenômeno positivo se torna negativo, porque todo egoísta quer ser monopolista e derrotar todos.

Alguém abre uma padaria, depois outra, depois uma terceira, e começamos a competir um com o outro, adicionamos aditivos químicos ao pão, drenamos a terra sem pensar no futuro. O principal é ter sucesso aos olhos dos outros, ganhar dinheiro, honra e poder. Estamos prontos para agir até em nosso próprio prejuízo, como os Estados Unidos e a Rússia, que estão jogando enormes quantias de dinheiro em armas, mas não podem parar o confronto.

As pessoas estão se tornando egoístas maiores e querem escravizar-se e explorar-se cada vez mais a tal ponto que uma reação vem repentinamente do nível biológico na forma de um vírus. Como exatamente o nível humano está associado a um vírus primitivo? O fato é que todos os níveis estão conectados entre si: natureza inanimada, vegetativa e animada e os seres humanos estão conectados em um sistema.

Portanto, ocorre uma disputa entre as pessoas e um terremoto ocorre em resposta a ela. Tudo na natureza começou com uma pequena partícula que começou a se unir cada vez mais a outras partículas. Assim surgiram os átomos, e as moléculas vivas começaram a transmitir energia e informação entre si até que organismos mais complexos aparecessem.

Não existe uma única partícula minúscula no universo que não esteja conectada através deste campo com o universo inteiro, com cada um de seus elementos em todos os níveis: inanimado, vegetativo, animado e humano. E a conexão mais decisiva está no nível humano, no nível do pensamento, isto é, nas relações – ela determina e controla tudo.

A velocidade do pensamento é infinita; ele não é limitado pela velocidade da luz e, portanto, tudo é esclarecido no pensamento. Aquele que não entende que todas as partes da natureza estão conectadas em um sistema é como uma criança que diz que o copo caiu e se partiu sozinho.

Portanto, a principal conclusão da epidemia global do coronavírus será que as relações entre as pessoas, a rede que nos conecta, é o fenômeno mais importante e mais alto deste mundo que define toda a nossa vida. Se o equilibrarmos, restauraremos a harmonia em todos os níveis e viveremos como se estivéssemos no céu.

De KabTV, “Nova Vida # 1211 – Anticorpos Contra o Egoísmo”, 10/03/20

Comente