Abra A Entrada Da Espiritualidade Para O Mundo Inteiro

laitman_962.7Em preparação para o Congresso, nos sentamos em dezenas aleatórios nas aulas, e não em nossas dezenas regulares, onde algumas das pessoas eu conheço bem e outras não. Mas isso não importa. Durante esses vários dias, devemos perceber que não importa com quem estou sentado, porque precisamos criar uma garantia mútua. Então agora, sentado em uma dezena aleatória, devo tentar perceber a garantia mútua aqui e depois fazer isso em uma dezena diferente.

Eu devo realizar a garantia mútua em relação a toda a realidade, porque o mundo inteiro é meu vaso espiritual, um Kli. Cada vez que uma parte diferente desse vaso se revela para mim de uma maneira ou de outra. Quando as dez Sefirot, os dez amigos, nos são reveladas, isso sempre acontece na mesma dezena e só me parece diferente, como se eu estivesse vendo rostos, nomes e estados diferentes. Mas, na verdade, é a mesma dezena.

Parece que vejo pessoas diferentes, mas na verdade não é assim – essa é apenas a minha percepção. Na realidade, é a mesma dezena: “Sempre dez, não nove e nem onze”.

Os detalhes externos não são importantes para mim, porque temos que chegar à revelação do Kli espiritual. Devemos estar juntos apenas na espiritualidade, e nos envolvemos na corporeidade somente quando necessário. Assim, não faz diferença para mim onde estou sentado porque é a mesma dezena, não pode ser maior ou menor ao longo da criação. Mesmo que eu me sentasse com 8 bilhões de pessoas, ainda seria uma dezena, dividida apenas para me permitir a oportunidade de estudar os mínimos detalhes de um único Kli. Em essência, são as mesmas dez Sefirot. 1

Nós revelamos ou construímos a conexão entre nós? Construímos nossa conexão e só então percebemos que ela já existe. Como não sabemos o que construir ou como, tentamos de todas as formas possíveis. Como resultado de nossos esforços para fazer alguma coisa, essa rede se estabelece. Mas ela não se materializa até que nos esforcemos ao máximo em todos os níveis.

Este sistema já existe, é perfeito. Nada foi quebrado, desapareceu ou foi perdido. A quebra só existe em nossa percepção: temos que fazer esforços e revelá-lo. Afinal, nossa consciência, compreensão e desenvolvimento dependem disso. Criamos em nós mesmos a capacidade de perceber, com nossa mente e sentimentos, o tipo de conexão que deve existir entre nós, as responsabilidades, a participação e a reciprocidade.

Cada pessoa se torna parte de outra e começamos a agir juntos como células de um único organismo. Temos que atingir as ações deste corpo em todas as suas conexões. Assim, nos elevamos ao nível do Criador. Ao alcançar como esse mecanismo opera, nos elevamos para atingir o propósito da criação, percebemos por que o Criador fez tudo dessa forma e por que criou especificamente essas conexões. Este é um caminho para revelar o Criador, para atingir a mente criativa. 2

Tudo faz parte de um sistema único, mas as almas mais próximas de mim, com as quais devo obter a garantia mútua, são as dez com as quais estou corporalmente, pois permaneço neste mundo com minha mente e sentimentos. Assim, aceito a dezena em que estou atualmente como um exercício que me foi dado para construir o Arvut entre nós.

Posso trocar dezenas a cada minuto – não faz diferença. O principal é que anulo meu egoísmo e deixo a dezena diante de mim entrar, que eles substituam meu coração. Isso é chamado de garantia mútua.

As nove pessoas diante de mim são as nove Sefirot superiores e eu sou Malchut. Portanto, eu faço uma restrição a mim mesmo e as sirvo, apego-me a elas, estou disposto a fazer qualquer coisa por elas. Isso significa que estou construindo um Partzuf espiritual. A garantia mútua é uma condição para a criação de um Partzuf espiritual, através do qual se pode doar ao Criador e receber Dele. 3

Isto é muito real; está bem na nossa frente. Este Congresso pode se tornar a revelação do Criador às Suas criaturas. Mas, obviamente, nosso trabalho é muito mais difícil do que se estivéssemos estudando Cabalá em um pequeno grupo de cerca de dez pessoas. Isso seria fácil. Mas somos um grupo Cabalista do novo mundo que está abrindo a entrada da espiritualidade para toda a humanidade.

Estamos puxando o mundo inteiro para cima e isso, naturalmente, é muito mais difícil. Mas é isso que se chama geração do Messias, a última geração.

Existem vários métodos que permitem experimentar sem esforço algo espiritual. Mas não é isso que o Criador exige de nós. Ele espera que façamos esse trabalho para que puxemos o mundo inteiro para cima conosco. 4

O que posso fazer se quiser sentir os desejos dos meus amigos, mas não sentir nada desse tipo, absolutamente nada? Anule-se. Eu quero costurar seus desejos juntos, conectar seus corações. Se eu pegar o coração dos meus amigos e costurá-los, ponto a ponto, como se tivesse uma agulha e um fio, crio uma área onde o Criador será revelado. Este é o meu Criador, minha área, porque eu conectei seus corações.

Se eu pudesse visualizar esses corações e conectá-los dessa maneira, já teria construído minha alma. 5

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 17/02/20, Arvut [Responsabilidade Mútua] ”(Preparação para a Convenção Mundial de Cabalá 2020)
1 Minuto 49:50
2 Minuto 55:20
3 Minuto 1:05:11
4 Minuto 1:40:20
5 Minuto 1:42:11

Comente