A Terra De Israel: Dispersão E Assimilação, Parte 5

laitman_747.03Adoração De Ídolos

Comentário: Em 928 a.C., o reino unido de Israel se dividiu em Israel e Judéia. Em 722 a.C., poucas décadas após a morte do rei Salomão, eles já haviam se separado. E depois de 150 anos, o reino de Israel terminou e as dez tribos foram espalhadas.

Naquela época, dez tribos do povo judeu foram perdidas, embora, do ponto de vista da história, elas não se dispersassem em lugar algum, mas simplesmente mudaram suas prioridades e foram assimiladas entre outras nações. A maioria das pessoas começou a adorar ídolos.

Minha Resposta: Depende do que você quer dizer com ídolos. Qualquer objeto material ao qual você atribui um significado especial é um ídolo. Eu posso comprar um candelabro de prata por dezenas de milhares de dólares, colocá-lo no meu quarto e ele representará o Shabat para mim. É assim que eu crio um ídolo para mim.

Pergunta: Se não sentimos a força única da natureza ou o Criador que está por trás de todos os objetos do mundo corporal, então, em princípio, somos considerados adoradores de ídolos. Somos todos adoradores de ídolos?

Resposta: Sim. Você pode tratar suas roupas, seu carro ou qualquer outra coisa como um ídolo, porque os valoriza acima do seu objetivo.

O valor máximo é a unidade, a equivalência com a força superior da natureza. Se você não valoriza isso como a coisa mais importante na vida, todos os outros objetivos são adoração de ídolos.

De KabTV, “Análise do Sistema de Desenvolvimento do Povo de Israel”, 08/07/19

Comente