Meus Pensamentos No Twitter 20/02/20

Dr Michael Laitman Twitter

A linha do meio é o homem, IsraEl (Yashar-Kel – direto ao Criador), me dirigindo para o Criador. O encontro com o Criador acontece na linha do meio, onde não há ódio ou amor, mas há uma sensação de adesão acima deles. O amor é construído acima do ódio, mas a adesão é a linha do meio, a soma deles.

Devo cuidar do equilíbrio entre dois opostos, sem degradar o ódio ou amor. Atribuo ambas as forças ao Criador. Sou igualmente grato a Ele por ambas. Eu incorporo essas duas qualidades. Eu sinto que sou independente delas.
Eu construo um ponto de conexão com o Criador – na linha do meio.

A linha do meio é o grau de adesão da criação ao Criador. Eu não sou amor nem ódio. Eu me construo quando entendo que existem duas forças existentes e prefiro uma sobre a outra, pois valorizo ​​mais as qualidades do Criador do que as qualidades da criação. Ao conectar as duas linhas, eu me construo de ambas.

A todo momento, tenho novos pensamentos e uma nova atitude para com o próximo – nele, sinto como o Criador se relaciona comigo, o que Ele quer dizer. Desejando trazer todos os relacionamentos à unidade e ao amor, eu assim respondo ao Criador, converso com Ele. Este é o começo de um diálogo, uma conexão, com o Criador…

Não atribua ódio ou amor a si mesmo – você os recebe de cima. Mas sempre se atribua à linha do meio, equilibrando ódio e amor, para que eles funcionem como um todo. Um não pode existir sem o outro. Como criação, eu existo entre opostos.

Quando a rejeição do grupo surge repetidamente, é preciso entender que essa é uma transição para um novo grau, que sempre começa com a quebra. Essa é a única maneira de avançar e continuar subindo mais os graus de unidade e amor.

Devemos nos alegrar com o mal que é revelado em nós: uma transgressão que não foi revelada não pode ser corrigida! No desenvolvimento espiritual de uma pessoa, é preciso passar por todas as etapas do ódio até o amor. É impossível amar se a pessoa não passou pelo ódio. Nosso trabalho é transformar o mal, o ódio, na bondade, no amor.

O egoísmo em uma pessoa vem da oposição ao Criador, a força de doação, amor e unidade. Portanto, todas as qualidades, sentimentos, pensamentos e desejos egoístas que surgem em uma pessoa são inicialmente dados a ela para que ela possa existir precisamente em oposição ao Criador.

Estamos no Criador, o campo de doação e amor. E não há outro além Dele. Só podemos senti-Lo na medida de nossa equivalência a Ele. Se não aspiramos a senti-lo em equivalência a Ele, somos pressionados pela influência inversa e negativa, a fim de avançar em direção a Ele. É hora de entendermos isso e nos tornarmos mais sábios

Onde quer que não exista luz refletida, intenção de doar, vestindo a luz direta, não há manifestação de luz direta, o Criador, como se Ele não existisse. Portanto, dedique todas as suas ações à aquisição da intenção de doar – nela você revelará o Criador.

Do Twitter, 20/02/20

Comente