Meus Pensamentos No Twitter 16/02/20

Dr Michael Laitman Twitter

A pessoa deve alcançar um completo desespero em suas próprias forças. Mas esse desespero está precisamente em si mesma e não no caminho ou na meta. O estado certo é quando eu não balanço para a esquerda ou para a direita – eu aspiro apenas a grandeza do Criador, a fim de me atribuir a Ele.

A pessoa deve estar pronta para os estados polares, a fim de existir no mundo espiritual. É importante prestar atenção ao ponto central para manter o equilíbrio, a independência, quando não sou atraído nem para o lado do bem nem para o lado do mal – mas apenas pela grandeza do Criador.

A entrada para o mundo espiritual é incomum. É como se uma pessoa estivesse sendo deixada entrar, mas ela recusa. Ela examina quanto ela deseja a espiritualidade. Às vezes, há momentos no estudo em que a entrada se abre para a pessoa, mas ela não deseja entrar, e o Criador precisa atraí-la para dentro…

A pessoa deve ser mais grata pelo mal do que pelo bem e ter uma atitude igual para o bem e para o mal. Ela estará então acima da restrição, na linha do meio, que não depende de nada, e, portanto, poderá se elevar acima de sua natureza e ser livre.

Rabash: em nosso trabalho, devemos ir até o fim e depois um pouco mais. Esse “um pouco mais” é o problema. Porque você tem certeza de que chegou ao fim e não acredita que mais seja possível. O egoísmo sempre nos impede a meio passo da linha de chegada. Devemos tentar adicionar esse meio passo.

Não devemos esperar a misericórdia do Criador. Quem trabalha para o Criador é aquele que trabalha no local em que o Criador não o desperta nem fornece estímulos – ele procura maneiras de acrescentar esforços por conta própria, como um velho procurando algo que perdeu antes mesmo de perdê-lo.

Pedimos ao Criador que trabalhe conosco. Que Ele efetue mudanças dentro de nós – implante a qualidade de doação em nós, desenvolva e ensine como sermos iguais a Ele. Queremos ser o barro nas mãos do Artista – que Ele possa esculpir Sua semelhança de nós.

Do Twitter, 16/02/20

Comente