Feriados Espirituais, Parte 4

laitman_567.04Proibições do Yom Kipur

Pergunta: Quais limitações (restrições) são executadas no Yom Kipur (Dia da Expiação)?

Resposta: No Yom Kipur, uma pessoa “fecha”, não quer usar o egoísmo. Acontece que todos os cinco níveis egoístas que compõem a sua alma estão fechados. Uma pessoa os fecha e não os usa.

É por isso que no Yom Kipur não bebemos, nem comemos, nem vestimos roupas e sapatos de couro, nem nos ungimos com substâncias aromáticas, nem cortamos ou penteamos nossos cabelos.

Pergunta: De onde os Cabalistas obtiveram esses símbolos? Por exemplo, o que simboliza a proibição de usar roupas e sapatos de couro?

Resposta: No passado, todas as roupas eram feitas quase exclusivamente de couro ou lã. Quando os Cabalistas revelam a espiritualidade, veem que só podem usar seus pequenos estados espirituais, ou seja, as ferramentas chamadas Nefesh, Ruach e Neshama.

Os graus de Haya e Yechida, que simbolizam pele e lã, não podem ser usados. É por isso que existe esse costume. Aplica-se especialmente aos sapatos, porque os sapatos são considerados o último e mais baixo nível do nosso corpo espiritual.

Em outras palavras, o Cabalista, a partir de sua realização, vê analogias da conexão entre a raiz e o ramo, de que um certo tipo de desejo, chamado “pele”, é um tipo de comunicação com o Criador, que ele não pode usar neste mundo.

Pergunta: Foi assim que surgiram todos os costumes de nossos feriados?

Resposta: Sim. Tudo o que descobrimos no mundo espiritual, tentamos implementar em símbolos do nosso mundo.

Pergunta: Eu sempre pensei: que diferença faz para o Criador o que como ou o que calço?

Resposta: Não há diferença. Portanto, se diz que os mandamentos são dados apenas para corrigir uma pessoa e o Criador é absolutamente indiferente ao que você faz fisicamente com as mãos e as pernas.

Os Cabalistas dizem que o mais importante para nós é a correção do nosso egoísmo. Foi isso que foi criado e é o que precisamos corrigir.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 29/01/19

Comente