Pessoas Em Guerra

laitman_934Zohar para Todos, “Aharei Mot”, 65: Quão bom e quão agradável. Esses são os amigos, pois eles se sentam juntos inseparavelmente. A princípio, eles parecem pessoas em guerra, desejando se matar. Depois voltam a um estado de amor fraterno.

Ao estudar a Cabalá e se esforçar para se unir em uma dezena, começamos a sentir como estamos separados uns dos outros, como somos opostos.

Nesse momento, ao tentar se conectar na dezena, recebemos algo por um tempo. Mas assim que alcançamos um bom estado de conexão, há uma quebra imediata, resfriamento, distância e neblina entre nós, a ponto de não querermos olhar uns para os outros ou conversar uns com os outros.

E, novamente, precisamos trabalhar para se conectar. Afinal, se quisermos receber a ajuda do Criador – e sem essa ajuda, não avançaremos – devemos estar juntos em um sistema.

Portanto, precisamos trabalhar em nós mesmos novamente. A importância do objetivo, a importância de alcançar o Criador, a importância de alcançar a abertura da alma determina nossa aspiração uns pelos outros. Em nome disso, começamos a nos aproximar e avançamos novamente até a próxima quebra.

Portanto, estamos constantemente avançando em direção à meta: subida-queda, quebra; suave subida, queda acentuada, e assim tantas vezes.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 29/12/19

Comente