“Existe Um Aumento Nos Crimes De Ódio Contra Judeus Em 2019?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:Existe Um Aumento Nos Crimes De Ódio Contra Judeus Em 2019?

Pelo menos nos Estados Unidos, quase 60% dos crimes motivados por religião no último ano foram cometidos contra judeus, com 1.879 incidentes desse tipo relatados durante esse período. Ataques físicos contra judeus também aumentaram em 105% em todo o país no ano passado. Somente em Nova York, os ataques antissemitas representam mais da metade dos crimes de ódio relatados.

A questão é: como podemos impedir que crimes e ameaças antissemitas se tornem a nova norma?

Enquanto alguns judeus americanos justificadamente temem um futuro desconhecido, a maioria dos judeus dos EUA ainda está cética quanto à possibilidade de um terrível desastre acontecer em sua terra natal. No entanto, a realidade mostra que o senso de imunidade dos judeus americanos foi perdido. O fato de lugares de culto, centros comunitários e lares judaicos se tornarem alvos é uma situação que era inconcebível no passado.

Em meu livro recém-lançado, The Jewish Choice: Unity or Anti-Semitism, eu detalho longamente as semelhanças entre a Alemanha nazista anterior à Segunda Guerra Mundial e a América de hoje e pretendo mostrar como, ao longo da história, sempre que o povo judeu se divide, o antissemitismo aumenta, e muitas vezes acaba em desastre. Por outro lado, como tenho explicado extensivamente por muitos anos, o caminho para a salvação do antissemitismo pelo povo judeu está em sua unidade.

Para prosperar e sobreviver, o povo de Israel deve estar unido “como um homem com um coração”, ou seja, para viver em responsabilidade mútua de acordo com a regra, “ame o seu próximo como a si mesmo”. Isso não é apenas agradável ou palavras vazias. É a ordem do dia.

A unidade do povo judeu visa trazer prosperidade e bem-estar espiritual não apenas aos judeus, mas à humanidade. O papel do povo judeu é ser uma “luz para as nações”, fornecendo a todas as pessoas neste planeta um método para alcançar a unidade e a manifestação de um exemplo positivo e unificador.

Os antissemitas abrigam uma inimizade irracional inexplicável em relação aos judeus. De acordo com a sabedoria da Cabalá, essa sensação negativa é, intrinsicamente, um desejo de unidade entre os judeus, que preencherá todos os espaços cinzentos da vida com luz e vitalidade.

Há uma chance de se unir e, ao fazer isso, parar uma nova escalada do antissemitismo. Mas precisamos agir na direção de nos aproximarmos um do outro e superarmos nossas diferenças antes que seja tarde demais. É como está escrito: “uma vez que a permissão tenha sido concedida ao Destruidor, ele não faz distinção entre justos e ímpios”.

Quando Hitler chegou ao poder em 1933, o primeiro rabino-chefe de Eretz Israel e Cabalista Rav Kook fez um sermão na cidade antiga de Jerusalém, na qual falou sobre o terrível Holocausto, anos antes de começar:

“Os inimigos forçam o povo judeu a ser redimido, tocando as trombetas da guerra, bombardeando-os com ameaças ensurdecedoras de assédio e tormento, não dando trégua à diáspora. O shofar de um animal impuro se torna o shofar do Mashiach. Amaleque, Petilura, Hitler e seus semelhantes nos despertam para a redenção. Aquele que não ouviu o som do primeiro shofar e aqueles cujos ouvidos estão fechados e não querem ouvir o som do segundo shofar comum ouvirá o som do shofar impuro e inválido. Eles ouvirão contra sua vontade” (Berachot 51b).

Hoje, o presidente Trump é pró-israelense, mas, mais cedo ou mais tarde, o governo mudará, e um líder pode assumir o cargo com muito menos simpatia pelos judeus.

Nesse cenário, a mídia limitará sua cobertura de incidentes violentos contra judeus. Menos conscientização das autoridades e do público faria com que o antissemitismo desse uma guinada muito mais feia em relação à sua intensificação atual.

Se a mensagem de nosso futuro melhor, dependendo de nossa unidade, atingir ouvidos atentos, experimentaremos uma mudança para segurança, paz e calma. Desde que tenhamos a oportunidade de disseminar o método da conexão – a sabedoria da Cabalá -, é nosso dever fazer isso pois ele tem o potencial de dissipar todas as ameaças e nos trazer uma nova harmonia.

Comente