Meus Pensamentos No Twitter 10/12/19

Dr Michael Laitman Twitter

O futuro existe apenas para que possamos anulá-lo e atraí-lo para o presente. Por isso, tenho que imaginar que o Criador me controla a todo momento e para mim não há um momento seguinte, pois estou completamente sob Sua autoridade.

“O caminho longo é curto, e o caminho curto é longo”. O Criador deseja que não nos consideremos como justos que não têm nada a corrigir, mas como pecadores, e que nos elevemos acima de nossos defeitos, acima de nossa separação e incapacidade de doar.
#Cabalá

A liberdade de escolha do cavalo reside em trabalhar contra o seu desejo – é aí que ele revela a liberdade de escolha: estar sempre sob a autoridade do Criador, em adesão a Ele. O estado não pode ser congelado – está sempre mudando. Eu devo mudar a mim mesmo, permanecendo em constante adesão com o Criador.

Uma pessoa para quem o presente e o futuro são a mesma coisa sente que já existe na revelação do Criador agora, ou seja, que tudo o que acontece é uma manifestação das ações da força superior.

“Tu me cercaste por detrás e por diante” – na revelação e ocultação do Criador. “Seu Reino domina sobre todos” – tudo voltará à sua raiz: “Não há lugar livre Dele” – a diferença é se está no “presente” ou no “futuro”. A pessoa que merece unir os dois mundos os revela no “presente”.

É um erro pensar que eu decidi ou fiz alguma coisa errada no passado, o que levou a um estado ruim hoje. Por isso, nego a singularidade do Criador, afirmando que Seu governo não existia no passado e que eu estava no controle. É proibido se arrepender do passado. Eu devo aderir ao presente.

Eu revelo que sou pecador e luto para me tornar justo. O justo é quem justifica o Criador. Nada é exigido de nós, exceto essa justificativa – tudo o mais é feito de cima.
#Cabalá

Eu decido se o caminho é longo ou curto, com base na capacidade de justificar o Criador. Eu posso estar no começo do caminho, mas me apego completamente ao Criador. Não é o estado em si que importa para Ele, mas nossos esforços, pois valorizamos os esforços de um bebê em assuntos triviais e somos tocados por eles mais do que pelas realizações dos adolescentes.

O Criador sempre nos controla, como um cavaleiro controla um cavalo, levando-o à bondade. Se eu revelo a boa governança superior, a diferença entre o presente e o futuro desaparece para mim – tudo termina no momento presente. Assim que obtenho adesão com o Criador, o tempo desaparece.

A pessoa pode se desapegar do Criador, mas esta é a oportunidade de mostrar sua devoção e proximidade com Ele. Assim, o caminho longo se torna curto. Enquanto o caminho curto se torna longo se a pessoa pensa que já está perto do Criador. Julgando com base na capacidade de justificar o Criador – chegaremos à correção.

Do Twitter, 10/12/19

Comente