Masculino E Feminino, Parte 11

laitman_284Aprendendo A Amar

Observação: Quando estamos falando de um casal, surge o conceito de amor. No entanto, do ponto de vista Cabalístico, o amor é algo completamente diferente.

Meu Comentário: Nos relacionamentos corporais, o amor é baseado em instintos, hormônios. Contudo, na Cabalá, as concessões mútuas, a atração mútua, a ajuda mútua e o cuidado mútuo são chamados de amor. Em princípio, o amor é um estado em que você sente os desejos do outro e os realiza.

Pergunta: Isso significa que eu sou uma ferramenta para preencher o outro?

Resposta: Sim. Nesse caso, podemos dizer que você o ama.

Observação: Você disse uma vez que a unidade para medir o amor é a unidade do sacrifício.

Meu Comentário: Sim. É até que ponto você se sacrifica, ou seja, sua diligência, seus esforços para preencher o outro.

Pergunta: Se o amor é construído em concessões mútuas, quem deve conceder? Nós dois? Se eu concedo, o outro tirará vantagem de mim e vice-versa. Como escolher uma medida aqui?

Resposta: Nesse caso, um contrato conjunto é firmado entre duas partes extremamente opostas que firmam uma aliança entre si e comprometem-se a ajudar-se mutuamente na revelação do Criador entre elas. Isso deve ser ensinado, aprendido e nutrido.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 31/12/18

Comente