Família E Casamento, Parte 7

laitman_600.01Vá Além Do Seu Ego

Observação: Você disse que uma pessoa experimenta instintivamente o primeiro amor aos 12 anos de idade ou até mais cedo. Depois, pela primeira vez, ela sente amor por seus filhos. Tudo isso para sentir o modelo em si mesmo, como se relacionar corretamente com o próximo, com toda a humanidade.

Meu Comentário: Sim. E depois pelo Criador.

Pergunta: Essas relações são semelhantes?

Resposta: Cada vez elas surgem em um nível diferente.

Se estamos falando do amor dos filhos, ou do amor pelos filhos ou pela família, este é o amor natural que existe em todos como um botão, que a pessoa precisa desenvolvê-lo.

Se falamos de amor por estranhos, isso vai além da estrutura do nosso egoísmo. Nosso egoísmo inclui algum tipo de campo: “Isso é meu, e isso e isso”. Seja o que for meu, eu o amo, atraio e aprecio. Não aprecio nada que vá além do escopo do meu egoísmo. Pelo contrário, talvez eu não precise e não queira vê-lo perto de mim.

Portanto, o trabalho em si mesmo é necessário aqui. Aqui eu devo ver o que está além do meu egoísmo. E praticamente fora dele está o Criador. Quando começo a me relacionar com o que está além do meu egoísmo, também me relaciono com o Criador. Portanto, devo determinar minha atitude em relação ao Criador e, com base nisso, relacionar-me com tudo o que está fora do meu egoísmo.

Pergunta: Acontece que, se uma pessoa tem um grande ego, sua estrutura é reduzida? Ela nem sente a família como sua?

Resposta: Sim. Mas isso não significa que ela não pode ir além do próprio ego. Talvez, pelo contrário, desta maneira uma pessoa seja levada adiante, dado o reconhecimento do mal.

Nosso avanço é baseado em contração e expansão: inspiração – expiração, expiração – inspiração. Portanto, se uma pessoa tem grande egoísmo e não sente ninguém além de si mesma, embora, talvez, não perceba, isso a leva a uma compreensão mais profunda do Criador.

Os maiores Cabalistas, antes de serem corrigidos, eram grandes egoístas.

De KabTV, “Fundamentos da Cabala”, 01/01/19

Comente