Você Acredita Que Estamos Chegando Ao Tempo Em Que Israel Será Destruído? (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, No Quora:Você Acredita Que Estamos Chegando Ao Tempo Em Que Israel Será Destruído?

De fato, estamos em uma era de hostilidade crescente contra Israel, paralelamente a um aumento exponencial de crimes e ameaças antissemitas em todo o mundo.

No entanto, a extensão da destruição, ou seu oposto, um futuro brilhante e florescente para Israel, depende exclusivamente do povo de Israel.

Se determinarmos uma meta diante de nós, onde queremos alcançar a unidade do povo de Israel para que um espírito de unidade se espalhe pelo mundo, veremos toda a negatividade em relação a Israel desaparecer e, em seu lugar, testemunhar uma nova e refrescante resposta positiva do mundo.

Não podemos imaginar como seria essa mudança. Por exemplo, os líderes mundiais que atualmente mantêm posições antiIsrael de repente começam a sentir a necessidade de ajudar Israel. O efeito dessa massa crítica de pessoas se unindo mudaria as placas tectônicas da consciência humana para um “clique” positivo, e todos pensariam, sentiriam e interagiriam mais harmoniosamente. Além disso, o povo de Israel seria sentido como um centro na rede humana dessa nova harmonia.

Portanto, a destruição ou progresso do povo de Israel depende apenas do nosso comportamento. Se tomarmos medidas para nos unir, isso funcionará a favor de todos, e se rejeitarmos tais medidas, o ódio e o ressentimento contra nós continuarão aumentando a extensões que podem ser muito piores que o Holocausto.

Apesar de nosso amplo reconhecimento como um povo inteligente e progressista, também temos um lado tolo distintivo: esquecemos o nosso passado. Após o fim do Holocausto, deveríamos ter feito um resumo de como nunca mais alcançar um estado tão aterrador, mas não fizemos nada disso.

Enquanto fazemos avanços egoístas no mundo, nos comportando como qualquer outra nação, falhamos em reconhecer que estamos realmente em um estado de coma em relação à ideologia que nos tornou o povo de Israel: “Ama teu próximo como a si mesmo”, que nossos ancestrais alcançaram sob a orientação de Abraão há cerca de 3.800 anos. Depois de nos unirmos por um breve período, nossas relações logo depois se transformaram em ódio infundado e, desde a ruína do templo em diante até hoje, experimentamos rejeição mútua: nosso calcanhar de Aquiles.

Por enquanto, temos piedade de nós. Ainda podemos manobrar nossas vidas em Israel e em todo o mundo de maneira relativamente pacífica, independentemente do crescente sentimento anti-israelense e antissemita. É minha esperança que aproveitemos ao máximo o tempo que nos resta para nos unirmos e nos tornemos um exemplo positivo de unidade para o mundo. Caso contrário, as marés poderiam mudar muito rapidamente e, de repente, nos encontrarmos presos em um caminho para a destruição.

Comente