Subindo Os Degraus Dos Mundos Espirituais

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá”: Essa sabedoria é geralmente dividida em duas ordens paralelas e idênticas, como duas gotas em um lago. A única diferença entre elas é que a primeira ordem se estende de Cima para baixo, até este mundo, e a segunda ordem se estende de baixo para cima, precisamente pelas mesmas rotas e composições impressas na raiz quando apareceram de Cima para baixo.

A primeira ordem é chamada “a ordem de descida dos mundos, Partzufim e Sefirot”, em todas as suas ocorrências, sejam duradouras ou transitórias. A segunda ordem é chamada de “realizações ou graus de profecia e Espírito Santo”. Uma pessoa recompensada com ela deve seguir as mesmas trilhas e entradas e gradualmente atingir cada detalhe e cada grau, precisamente pelas mesmas regras que foram impressas nelas em sua emanação de cima para baixo.

Após a descida da força superior de cima para baixo, os degraus Adam Kadmon, Atzilut, Beria, Yetzira e Assia permanecem e os usamos para subir de baixo para cima através de Assia, Yetzia, Beria, Atzilut e Adam Kadmon.

Uma revelação da Divindade não aparece de uma só vez, mas gradualmente, durante um período de tempo, dependendo da purificação da realização, até que a pessoa descubra todos os graus de cima para baixo. E como eles vêm em uma ordem de realização, um após o outro e um acima do outro, como os degraus de uma escada, são chamados de “graus” (degraus).

A subida de baixo para cima é uma realização dos degraus que desceram anteriormente de cima para baixo, a fim de determinar os níveis de nossa consecução. Este caminho está preparado para nós desde o início.

Portanto, a ciência da Cabalá e todas as condições estão agora sendo reveladas, para que possamos absorver onde quer que estejamos e avançar ainda mais.

Pergunta: É possível cair nessas etapas?

Resposta: Você pode cair e subir parcialmente. Mas, em princípio, todos levam à subida porque até as descidas são destinadas a isso. É impossível seguir os passos dos mundos espirituais sem descidas. Um tipo especial de movimento start-stop (arranca e para) acontece aqui.

Nós descemos a cada vez, a fim de compreender nosso caminho. No entanto, não é uma descida. Por exemplo, em toda ciência existem períodos em que você não entende nada, não sabe nada, não consegue pensar, está totalmente exausto e é o mesmo aqui. Então, você se eleva novamente.

Esse desenvolvimento passo a passo é necessário para a renovação constante, limpando-se da bagagem anterior e ficando completamente vazio até o limite de sua última realização. E justamente porque a satisfação se transforma em um novo vazio, é possível alcançar o próximo passo.

Pergunta: O principal é não ter medo de descidas?

Resposta: Não tenha medo de nada. Qualquer satisfação se transformará em vazio e qualquer vazio se transformará em uma satisfação ainda maior. Esta é a lei da natureza.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 18/08/19

Comente