O Amor Cobre Todos Os Crimes

laitman_963.1Está escrito: “O amor cobrirá todos os crimes”. De que crimes estamos falando? Crimes são tudo que me impede de entrar na espiritualidade. Eu não cometo nenhum crime porque, inicialmente, estou cheio deles como resultado da destruição da alma organizada pelo Criador. Quando começamos a estudar Cabalá e a trabalhar em grupo, entendemos o que nos impede de revelar o mundo espiritual e o Criador, e que obscurece a verdadeira realidade de nós, toca os ouvidos, fecha os olhos e todos os sentidos. Estamos em um mundo ilusório que não tem conexão com a realidade; é tudo crime porque esconde a espiritualidade de nós.

O Criador preparou todos esses crimes, essa ocultação em que vivemos. Precisamos saber disso para entender que ocultação é toda a minha vida e existência.

A ocultação é o resultado de minhas qualidades porque “todos julgam de acordo com as próprias falhas”. Portanto, eu descrevo o mundo dentro de minhas qualidades e o vejo como corrompido, em vez de ver o mundo real fora de mim.

A sabedoria da Cabalá nos ajuda a mudar do mundo que estamos imaginando para o mundo real. O mundo real é o Criador. O mundo do engano em que estou agora, o mundo do crime, é o anti-Criador. Não é apenas o oposto do Criador onde eu vejo, em vez dele, o Faraó em toda sua força e força de egoísmo. Tal Faraó eu revelarei como a linha esquerda apenas em graus muito altos da realização do Criador.

Agora, no entanto, infantilmente, eu sinto e imagino um pequeno mundo sombrio dentro de meus desejos superficiais. A sabedoria da Cabalá nos ensina a verdadeira percepção da realidade e como transformar o engano em verdade, que botão pressionar para mudar o programa para ver, em vez de uma representação falsa, a representação verdadeira.

Apenas o meio preparado pelo Criador pode me ajudar nisso: o grupo. Não importa o quanto eu odeie os amigos e os repele por causa da minha natureza egoísta, o principal não é deixar esse caminho, mas continuar sempre, ano após ano. Eu concordo em estar em busca da verdade, mesmo que não consiga um resultado visível.

Afinal, é melhor estar no caminho da verdade, buscando a verdade, do que viver em um mundo de engano, como no efeito de uma droga mortal, dentro da ilusão criada pelo Criador para aqueles que ainda não estão prontos para transformar uma mentira em verdade.

Em toda a realidade, há uma parte designada para me ajudar e é o grupo. A influência do ambiente é o nível com o qual eu posso transformar o mundo. Parece tão pesado e entediante para nós, mas pouco a pouco depois de muitos anos, finalmente percebemos que não há escolha: o único meio de mudar nosso mundo é mudar a nós mesmos através do grupo, subjugando-se diante dele. 1

A Convenção europeia mostra o estado quebrado do mundo para nós da forma mais interna e verdadeira. A Convenção é minha dezena, apenas em uma resolução diferente, ampliada, em uma escala diferente. Oitocentos amigos que compareceram é minha dezena. Devo me relacionar com eles dessa maneira, afinal, cada um deles carrega uma parte do Criador dentro de si.

Se eu tratar todo mundo como uma dezena, não sentirei falta de nada da minha alma, eu os conecto e recebo apoio deles porque eles querem a mesma coisa. Acontece que, se atingirmos tanta intensidade, por meio de nossos esforços conjuntos, poderemos revelar o Criador imediatamente, entre nós.

Este é o primeiro grau espiritual, o primeiro exercício que precisamos fazer de acordo com o princípio “o amor cobrirá todos os crimes”. De onde vem o amor? Vem do fato de que eu amo o ponto espiritual que está em todos, “a parte divina de cima”. Eu conecto esses pontos construindo a partir deles a imagem do Criador. 2

Eu tenho que ver mil pessoas como um grupo. Esta é a minha dezena, apenas sob a lupa que multiplica tudo cem vezes. Todos os distúrbios e a conexão que quero alcançar acima deles – tudo isso é cem vezes maior. 3

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, em 11/11/19, “O Amor Cobre Todos os Crimes” (Preparação para a Convenção na Bulgária)

1 Minuto 00:30
2 Minuto 25:20
3 Minuto 48:00

Comente