Textos arquivados em ''

Cabalá E Crenças, Parte 6

laitman_261Sacrifício – Aproximar-se do Criador

Pergunta: Em todas as religiões, o conceito de persuadir as forças superiores com o sacrifício é praticado. E na Cabalá?

Resposta: A Cabalá também tem esse conceito chamado “sacrifício”.

Mas aqui se entende que uma pessoa sacrifica seu egoísmo, não deseja usá-lo e não quer que seu egoísmo a comande. Ela quer desistir dele, muda-lo para o altruísmo e doação.

“Sacrifício” em hebraico é “Kurban“, que vem da palavra “Karov” (aproximar-se). Uma pessoa quer corrigir seu egoísmo e, com base nisso, se aproximar do Criador. Este é o sacrifício.

Pergunta: Isto é, tudo o que está escrito na Torá sobre doações para o Templo implica exatamente isso?

Resposta: Só isso. As doações são, na prática, o que faziam no Templo, porque o Templo é um local de contato entre uma pessoa e o Criador.

Pergunta: As pessoas iam lá para se unirem?

Resposta: Você pode ir ao Templo fisicamente, mas isso não significa nada. Um homem aparece em um lugar dentro de seu coração, onde ele poderia sacrificar seu egoísmo – “matá-lo”, sacrificá-lo, a fim de se aproximar do Criador com um sentimento de altruísmo absoluto, amor, doação e conexão.

Pergunta: Então, isso não tem nada a ver com o fato de que os animais eram sacrificados no Templo?

Resposta: Não. Isso tudo é alegoria, como raiz e ramo, causa e efeito, nada mais. Então você pode matar quantos animais quiser e isso não fará nenhuma diferença.

Pergunta: Então o sumo sacerdote sacrificou seu egoísmo para se aproximar de outras pessoas?

Resposta: Ele era a pessoa mais corrigida entre todas as pessoas.

Pergunta: Junto com o trabalho interno, ele pegava um cordeiro, cortava e eles comiam?

Resposta: Sim. Eles executavam todas as ações ao mesmo tempo, começando das ações mais espirituais, mais altas, às mais baixas, materiais – juntas e com a mesma intenção.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/02/18

Nova Vida # 1155 – Um Estilo De Vida Saudável

Nova Vida # 1155 – Um Estilo De Vida Saudável
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Nitzah Mazoz

De acordo com a sabedoria da Cabalá, a pessoa deve existir na linha do meio, porque o equilíbrio leva à saúde. Entendemos o que estamos vivendo e alcançamos a linha do meio, esclarecendo nossos pensamentos, desejos e intenções. É possível nos calibrar na linha do meio entre pessoas, sociedade e natureza, evitando dificuldades e problemas. Um estilo de vida saudável exige que alcancemos o centro do sistema geral da natureza e que permaneçamos lá.

De KabTV, “Nova Vida # 1155 – Um Estilo De Vida Saudável”, 15/08/19

 

Responsabilidade Ao Criador E Ao Grupo

laitman_543.02Pergunta: Existe alguma responsabilidade pessoal no trabalho em relação ao Criador e ao grupo?

Resposta: Em relação ao grupo, comprometo-me a alcançar, juntamente com eles, a qualidade da completa conexão e doação.

Minha responsabilidade com o Criador é estabelecer conexão com Ele, porque é para esse propósito que Ele me criou. Ao fazer isso, eu chego ao meu estado mais confortável, melhor e mais elevado.

Da Lição de Cabalá em Russo 07/07/19

Para Entender As Motivações Do Criador

Laitman_508.2Pergunta: Você diz que o caminho da luz é um caminho mais simples. Mas acontece que você tenta seguir o melhor caminho e tudo está como sempre. Você não entende se está ficando para trás ou se é necessário ter essas dificuldades?

Resposta: Se você se esforçar, aceite tudo o que acontecer como uma recompensa. Embora às vezes seja muito desagradável, é precisamente graças a essas reações que você avançará. Portanto, não pense que a resposta para suas ações corretas e boas serão ocorrências positivas imediatas em sua vida, porque você não pode ser retirado do seu egoísmo dessa maneira.

Você tem que ser retirado disso. Mesmo se você fez um movimento em direção à espiritualidade, ainda assim permanece no ego. Então você precisa ser pressionado repetidamente, e pode ser pressionado com vários impactos negativos.

Portanto, você não deve dizer: “Esforço-me com meus amigos no grupo, no estudo, na disseminação e de que serve? Não tenho nada”. Você não conhece os resultados que se acumulam com esses esforços, que no final “dispararão” e darão o efeito correto.

Você pode ler sobre isso em muitos artigos de Baal HaSulam, Rabash e todos os Cabalistas do passado.

Pergunta: Então, eu deveria abraçar golpes como pancadas?

Resposta: Como aprovação. Dizem: “A quem o Senhor ama, Ele repreende”. Você tem que perceber isso como uma recompensa. Assim, você se eleva acima do ego. Afinal, é de extrema importância você sair disso. Como você pode se levantar de outra maneira?

Isto é, quando você começar a odiar seu ego e tentar se elevar acima dele, entenderá corretamente todas as motivações do Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/07/19