Tudo Desde Um Único Pensamento – E Vice-Versa

629.4Não há nada além de um pensamento: o pensamento da criação, que inclui tudo. Somente nós, os seres criados, ainda não o entendemos e sentimos. Mas existimos dentro desse pensamento e somos governados por ele. Todo o nosso trabalho ocorre dentro dele. Esse pensamento é toda a criação, seu plano, e não há nada além dele.

Tudo é resolvido no pensamento, e tudo é criado pelo pensamento. Não há problema; toda a realidade está incluída no pensamento. É interessante que os cientistas modernos, sendo materialistas absolutos, digam que o universo é um pensamento. Pesquisadores do cérebro humano afirmam que todos os nossos pensamentos, desejos e decisões estão fora de uma pessoa e que o cérebro é apenas um dispositivo que captura esse pensamento e o transfere para nós.

Assim, a ciência está gradualmente abordando esse fato que os Cabalistas descobriram há muito tempo: não há nada no universo, exceto o pensamento da criação, e nós existimos dentro dele. Embora dividamos a realidade em forças, matéria, sentimentos e razão, em essência, apenas o pensamento do Criador, dentro do qual existimos, opera.

Precisamos atingir esse pensamento do Criador em relação ao ser criado e, assim, vamos alcançá-Lo – não Ele mesmo, mas Sua atitude em relação ao ser criado. É apenas esse mesmo pensamento que existe. Todas as várias propriedades opostas que sentimos pretendem revelar a profundidade e a singularidade desse pensamento.

Não há outro além Dele, mas alcançamos esse fato pelo contrário, pelas inúmeras ações e manifestações do Criador em relação a nós, que são muito diversas e contraditórias. São precisamente todos esses paradoxos e discrepâncias que estão nos impedindo de perceber o que está acontecendo e de concordar com isso, que nos levam a um desenvolvimento que, combinando todas as contradições acima da razão, alcançamos o Criador. É impossível alcançá-Lo a não ser pelos dois opostos que se combinam e se completam. 1

Do lado do Criador, a ação potencial, chamada pensamento, é suficiente. Para o Criador, o fim da ação está no pensamento inicial, ou seja, os estados não corrigido e corrigido do ser criado existem juntos, criando um ponto preto chamado ser criado. O resto é o desenvolvimento deste ponto e sua autoconsciência, e de sua autoconsciência à consciência do Criador, a fim de entender de onde veio, quem o criou e quem o está desenvolvendo.

É como um filme rodando dentro deste ponto. Todos nós, o universo inteiro, todos os mundos estão nele. A atitude do Criador, a luz superior, é chamada “o pensamento da criação”.

Portanto, existe apenas um pensamento do qual todo o universo emergiu – o pensamento da criação. Ele já define todas as nossas recompensas, nossos esforços e tudo o que experimentamos no caminho.

Do lado do Criador, não há nada maior que esse pensamento. Mas nós, os seres criados, somos capazes de alcançá-lo somente quando nos separamos Dele e começamos a agir independentemente. Dentro desse pensamento, outros pensamentos adicionais aparecem: as quatro Behinot (fases), os Partzufim, os mundos. Estudamos o que na prática sai do ponto preto, que potencialmente inclui todo o pensamento do Criador, todo o processo que foi inicialmente investido lá. 2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 20/08/19, “Não há outro além Dele”
1 Minuto 3:39
2 Minuto 12:40

Comente