A Natureza Nos Forçará

laitman_767.4Nas Notícias (archipreneur): “Até 2050, 90% das maiores cidades do mundo estarão expostas ao aumento do mar. A grande maioria das cidades costeiras será afetada pela erosão e inundação costeira, deslocando milhões de pessoas e destruindo casas e infraestrutura. Marc Collins Chen, co-fundador e CEO da OCEANIX, disse que os humanos podem viver em cidades flutuantes em harmonia com a vida debaixo da água. …

“Como parte da Nova Agenda Urbana da ONU-Habitat, as cidades flutuantes sem fins lucrativos OCEANIX, o Centro de Engenharia Oceânica do MIT, a BIG e parceiros propõem uma visão para a primeira comunidade flutuante resiliente e sustentável do mundo para 10.000 habitantes: Oceanix City. …

“Concebida como um ecossistema criado pelo homem, a Oceanix City está ancorada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, canalizando fluxos de energia, água, alimentos e resíduos para criar um plano para uma metrópole marítima modular.

“Oceanix City foi projetada para crescer, transformar e adaptar-se organicamente ao longo do tempo, evoluindo de bairros para cidades com a possibilidade de escalar indefinidamente. Bairros modulares de 2 hectares criam comunidades prósperas e autossustentáveis ​​de até 300 residentes, com espaço de uso misto para viver, trabalhar e se reunir durante o dia e a noite”.

Pergunta: Em princípio, existem cada vez mais projetos desse tipo. Você acha que isso é realista?

Resposta: Eu não acho isso realista. Não creio que seja necessário, porque há tanto espaço desocupado na Terra que 200 bilhões de pessoas a mais poderiam habitar.

O futuro da humanidade parece ser mais ordenado para mim. As pessoas perceberão que seu equilíbrio com a natureza está principalmente em suas mentes e em suas atitudes em relação à natureza. Isso deve ser correto, equilibrado e em correspondência com as leis da natureza, não as leis do egoísmo humano, o que é oposto a tudo isso.

Pergunta: Você está dizendo que o nível do mar está subindo apenas porque, como você acabou de dizer, temos um problema em nossas mentes? Você quer dizer que tudo o que precisamos fazer é mudar alguma coisa em nosso cérebro e o mar recuará?

Resposta: Sim.

Observação: Isso é inacreditável!

Meu Comentário: Por que inacreditável? Não. Começaremos a tratar a natureza de maneira diferente. Nossos pensamentos e desejos são o nível mais alto de influência sobre ela.

Pergunta: Podemos medir isso?

Resposta: Não, é impossível medir.

Pergunta: Então, não há como provar isso?

Resposta: Então haverá uma chamada prova por contradição.

Pergunta: É possível provar por contradição que, em algum momento, quando a água avançar inevitavelmente, uma pessoa mudará alguma coisa em seu cérebro e o mar recuará?

Resposta: Em outras palavras, existe um limite entre a estupidez humana e a teimosia humana? Eu acho que existe, porque, embora a pessoa seja uma enorme egoísta, estúpida e teimosa, ao mesmo tempo, é um elemento sensível da natureza e, quando é picada, grita “Ai!”

Tudo depende da extensão da picada. Quando tudo lhe é tirado e a vida se torna tal que seria melhor não viver, ela começa a pensar. No entanto, este é um sofrimento enorme! Enorme! Do ponto de vista Cabalístico, é praticamente insuportável.

A natureza, de forma severa, precisamente em sua maneira legal, corrige uma pessoa. Ela não pode fazer isso de nenhuma outra maneira. No entanto, temos a oportunidade de fazer isso com antecedência de uma maneira positiva. Não resolveremos esse problema correndo de um canto do globo para outro.

Em tudo o que se refere à ecologia e à nossa interação com a natureza, precisamos ouvir os cientistas. Eles apresentam dados de especialistas nos quais você não pode acreditar nem desacreditar. É apenas informação, e precisamos agir de acordo com ela: o que devemos fazer para evitar isso?

Chegamos então à decisão de que tudo depende de uma pessoa, de sua atitude em relação a outras pessoas e à própria natureza. Para isso, é necessário corrigir a natureza humana de egoísta, quando a pessoa não sente nada além de si mesma, para altruísta.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 25/06/19

Comente