Nossa Participação É Anular-se Cada Vez Mais

laitman_595.05O inferior recebe tudo do superior: este mundo, o mundo superior e todos os meios para a subida, todos os componentes da correção e todas as condições internas. O que resta para ele é examinar sua atitude em relação aos seus estados externo e interno, isto é, ao grupo, ao mundo, a si mesmo, e então integrar-se ao grupo e anular a si mesmo.

Por enquanto, não podemos fazer nada além de nos anularmos. Mais tarde, quando trabalharmos com todas as nossas forças, toda a nossa participação consistirá em nos anularmos cada vez mais. Por enquanto, esta é toda a correção: até o final, até a vinda do Messias, a luz de Rav Paalim uMekabtziel. Todas as nossas maiores ações são as ações de nos anularmos porque estamos trabalhando para corrigir o egoísmo.

A anulação pode ser passiva ou ativa, em diferentes graus, alterando constantemente as condições internas e externas. Mas a principal experiência que precisamos obter de todos os estados pelos quais passamos é a capacidade de nos anularmos por nossa própria escolha. Eu preciso saber por que me anulo, em relação a quem, como fazer isso e, ao fazê-lo, encontro a dezena, o grupo e o mundo inteiro.

Ao me anular, eu me apego à anulação do Criador e alcanço-O através de Sua anulação. É assim que um bebê alcança sua mãe através de sua anulação mútua. Caso contrário, ele estará ligado a ela apenas externamente, usando-a porque ela o serve. No entanto, ao se anular pela conexão com ela, ele começa a entender como ela se anula em relação a ele, e ele estuda o superior dessa maneira. Aqui, é muito importante anular-se em relação às pessoas certas e não em relação a todo o mundo egoísta externo.

Anulação passiva é doação em prol da doação, e anulação ativa é recepção em prol da doação. Eu estou no superior, sinto-O e entendo o contentamento que posso dar a Ele através da minha recepção, ajudando-O a ser revelado dentro de mim. Dar ao Criador o prazer de Sua revelação nos seres criados é o trabalho que até o fim da correção é feito na subida, com AHP de Aliyah, aderindo-se ao superior, isto é, anulando-me diante Dele através da anulação em relação ao grupo. Como está escrito: “Do amor pelos seres criados ao amor pelo Criador”.

É assim que avançamos passo a passo, subindo e descendo, e novamente subindo e descendo, como está escrito: “E houve noite e houve manhã, um dia”. Toda vez nós construímos um novo estado porque perdemos tudo recebido anteriormente. Se nos lembrássemos e mantivéssemos o estado anterior, o esforço seria impuro. Eu tenho que cair para o estado de “Shimon do mercado”.1

Estamos no mundo físico para ter a oportunidade de organizar sistemas aqui que não dependam de nossas subidas e descidas espirituais. Portanto, podemos nos lembrar uns dos outros sobre a intenção, nos obrigar a trabalhar de acordo com um cronograma, de acordo com os estados corpóreos. É por isso que quem não vem à lição todos os dias não está participando do trabalho comum. Cada lição é uma nova subida, uma nova participação, conexão e construção do Kli.2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 08/08/19, Escritos de Baal HaSulam, “Prefácio à Sabedoria da Cabalá”, Item 179
1 Minuto 28:40 – 36:12
2 Minuto 35:30

Comente