A Torá De Israel: Unificação

laitman_567.04Baal HaSulam escreve no artigo “O Shofar do Messias”: Aceitamos que há uma precondição para a redenção – que todas as nações do mundo reconhecerão a lei de Israel, como está escrito, “e a terra se encherá do conhecimento”, como no exemplo do êxodo do Egito, onde havia uma pré-condição de que o Faraó também reconhecesse o verdadeiro Deus e Suas leis, permitindo-lhes partir.

O próprio Faraó abriu a porta para o êxodo do Egito, com intenção em prol de si mesmo, e permitiu que as pessoas, especialmente o povo de Israel, saíssem do egoísmo, a escravidão egípcia. O Faraó fez isso sozinho; ele é o oposto do próprio Criador, ele é o seu lado inverso. Da mesma forma, devemos espalhar a sabedoria da Cabalá como um pré-requisito para a redenção, de modo que todas as nações aprendam sobre os ensinamentos de Israel e a Terra seja preenchida com o conhecimento do Criador.

Até mesmo o Faraó é obrigado a reconhecer o verdadeiro Criador e Seus mandamentos, isto é, a necessidade de agir não sob as ordens do Faraó em prol de si mesmo, mas em prol da doação, e permitir que a pessoa vá embora. Isso significa que uma pessoa entende que isso é certo e verdadeiro, não há escolha, e deve mudar. Esse entendimento deve se espalhar pelo mundo como resultado da disseminação da sabedoria da Cabalá.

Agora a situação é exatamente o oposto: o antissemitismo está crescendo, as pessoas do mundo querem eliminar o estado de Israel. Elas devem ser levadas à sabedoria da Cabalá até que todas as nações ouçam e reconheçam que a sabedoria do Criador está no meio de Israel. Esta é a nossa tarefa, caso contrário, não poderemos avançar. Nossa tarefa é começar este trabalho e a força superior o terminará.

Essa foi a condição para a redenção de todos os seus exílios e especialmente este, o último. A situação está se desenvolvendo em uma taxa catastrófica, tornando-se cada vez mais ameaçadora. Nós não podemos escapar de nossa missão, o Criador nos forçará a cumpri-la por todos os meios. Afinal, é uma lei que a sabedoria da Cabalá deve se espalhar pelo mundo para que todas as pessoas entendam o método de correção. Pelo menos elas devem saber que o povo de Israel tem um método para se livrar de todos os problemas e problemas do mundo físico.

Todos os dias a situação no mundo nos leva a isso mais e mais. Já é claramente percebido que a força superior age sobre nós e cria condições que são ilógicas do ponto de vista das representações terrenas. Quanto mais próximas as forças e leis espirituais se aproximam de nosso mundo, mais extremas as condições se tornam, cuja realidade é simplesmente impossível de acreditar.1

Estamos agora em um estado de transição entre o exílio e a libertação, quando é tão crucial disseminar a sabedoria da Cabalá no mundo e especialmente para o povo de Israel. Saímos do exílio, mas não conseguimos a redenção: acabamos de receber essa oportunidade e esta é a hora de nos prepararmos para ela. Portanto, precisamos espalhar a sabedoria da Cabalá para o povo de Israel através de todos os canais possíveis. Não podemos perder este momento.

As pessoas devem entender que é impossível alcançar a correção do mundo por qualquer outro meio, exceto, em primeiro lugar, através da unificação do povo de Israel, do qual essa unidade se espalhará para o mundo inteiro. O mundo precisa disso mais e mais a cada dia.

A unificação é a Torá de Israel. A saída do desejo de desfrutar em prol de si mesmo, isto é, do ódio mútuo, é chamada de redenção.2

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 27/07/19, A Importância de Disseminar a Sabedoria da Cabalá para o Mundo
1 Minuto 01:30
2 Minuto 08:50

Comente