Semana Do Livro E O Povo Do Livro

laitman_526Israel está celebrando a semana do livro. É claro que a publicação e o consumo de livros aumentaram dramaticamente no último ano. Apesar da popularidade dos smartphones, é evidente que muitos novos livros foram escritos e publicados. Cada vez mais pessoas compram e leem livros.

Livros nunca morrerão. Naturalmente, é muito conveniente trabalhar em um computador preparando e editando textos e desenhos. No entanto, para obter uma impressão completa de uma obra de arte literária, ela deve estar impressa. Um livro tem uma raiz espiritual que combina “o livro, o autor e a história” (Sefer-Sofer-Sipur).

Um livro não é necessariamente um volume impresso. Pode ser um pergaminho ou uma escultura em uma pedra, mas nunca pode estar em uma tela, porque esse texto não é um trabalho de mãos humanas. Um livro é escrito por uma pessoa que colocou um esforço em suas páginas, em impressão. Quando eu mantenho um livro em minhas mãos e o leio, sinto que ele pertence a mim e eu pessoalmente me conecto com seu conteúdo.

Não posso, no entanto, conectar-me a uma tela de computador; não tem raiz espiritual. Um computador, uma tela ou um tablet não existem na natureza, mas um livro existe. Um livro é criado a partir de materiais naturais para preservar o conhecimento e registrá-lo na natureza. Eu nunca posso ter a conexão com a tela do computador do jeito que tenho com um livro, porque uma vez que o computador está desligado, tudo desaparece. O sentimento vem da raiz espiritual que está presente em um livro. Há uma associação entre a raiz espiritual da pessoa e a de um livro, que garante nossa conexão. Nada, no entanto, me conecta com um computador. Se você comparar a impressão recebida do mesmo trabalho em formato de livro versus a tela do computador, verá que o texto impresso tem um efeito muito maior sobre você.

A raiz espiritual de um livro está conectada com a raiz da alma e podemos senti-la. Quando leio um livro, minha alma se une à raiz espiritual do livro e recebe satisfação. Uma pessoa nunca pode obter essa satisfação do computador. Uma pessoa moderna não pode entender isso porque há muito se esqueceu dos livros impressos e vive em um mundo virtual. Os computadores são feitos de plástico, o que gera conhecimento de plástico e corações de plástico.

Uma pessoa não imprime um texto na tela do computador, porque um momento depois, a tela mostrará outra coisa. O texto aparece e depois desaparece – não está lá. Mas se eu pegar um livro, ele contém os pensamentos e os desejos do autor para sempre.

Você deve segurar um livro em suas mãos e lê-lo, letra por letra, porque é uma expressão da raiz espiritual. Assim, a tecnologia pode se desenvolver ainda mais, mas o livro é eterno porque contém uma raiz espiritual. Ler um livro traz um certo prazer, que é inatingível quando se lê de uma tela. Ao ler a partir de uma tela, obtemos conhecimento, mas a partir do livro temos a sensação.

O livro une o livro – o autor – a história (Sefer-Sofer-Sipur). Há um escritor e sua história transmitida para nós em um livro. Um leitor recebe conhecimento do autor e torna-se parte dele. Através da narrativa, o autor é capaz de entregar sua história de dentro do livro e compartilhar a raiz de sua alma com um leitor. Não há outra maneira de transmitir uma impressão interior de uma pessoa para outra.

Conhecimento científico, tabelas e informações podem ser transferidos através do computador. Mas um livro emocional que desperta o amor na alma, um sentimento de unidade, é incomparável a um computador.

O povo de Israel é chamado de “o povo do livro” porque foram eles que deram ao mundo seu livro principal que fala sobre o propósito deste mundo, sobre a estrutura de todo o sistema do universo. Existe apenas um livro e todos os outros são suas consequências, seus pequenos ramos. O livro da Torá explica a existência de todo o sistema do mundo e nossa missão em tal sistema.

Se eu leio um livro Cabalístico agora, estou influenciando seu autor, embora ele tenha morrido há dois mil anos, porque estou usando o resultado de seu trabalho. Através da nossa conexão, através da unidade em nossos corações e almas, através do meu desejo de influenciar o autor, eu tenho um impacto sobre ele. Eu elevo sua alma enquanto ele eleva a minha.

De uma Conversa sobre a Semana do Livro, 13/06/19

Comente