Meus Pensamentos No Twitter 07/01/19

Dr Michael Laitman Twitter

O que percebemos como mudanças no Criador não são nada além de Seus jogos ensinando uma pessoa, como um pai brincando com seu filho, aparentemente feliz ou triste. O próprio Criador não é movido por este jogo. Tudo isso é apenas para o benefício do desenvolvimento de seu filho… #zohar
Baal HaSulam. Prefácio ao Livro do Zohar, 33:
#baalhasulam

O Criador, por sua ocultação, cria para nós as condições de lutar por Ele. De modo que é precisamente no anseio por Ele que a pessoa encontra seu próprio deleite. É no anseio e no amor – nos impulsos para o Amado onde Ele é revelado. Portanto, a pessoa quer revelar não o próprio Criador, mas um lugar maior para o trabalho.

Não é o esforço que é considerado como um trabalho espiritual, mas esforçar-se por isso. Esforços normais, possíveis, não são levados em conta, mas apenas os esforços maiores do que o usual, além do possível, que uma pessoa só pode imaginar. Somente estes super-esforços, além do possível, o Criador percebe e é revelado neles.

Uma dezena deve operar pelas leis da perfeição de HaVaYaH: igualdade e inclusão mútua. Todas as diferenças que vemos, separando algumas pessoas como mais bem-sucedidas, são sem sentido na realidade. Quanto maior for a resistência do egoísmo e quanto mais esforços fizermos para superá-lo, maior será o resultado!

Por isso temos que entender os amigos que têm dificuldade em estar na dezena. Embora eles façam isso mais tarde do que o resto, eles terão sucesso na espiritualidade mais do que os outros. Portanto, não podemos negligenciá-los. Visto que o Criador trouxe uma pessoa para o grupo, temos que garantir uma atitude igual para todos.

Ao se esforçar em se unir, alcançamos o amor pelo próximo e por nós mesmos. Através dele, podemos então alcançar o amor pelo Criador, focando nossas aspirações através do grupo no Criador. Assim nós unimos toda a criação, que se concentra no grupo e alcança a adesão com o Criador.

Quem deseja receber uma resposta do Criador deve pedir pelo amigo.
Um pedido de cada pessoa pelos outros – cria uma oração comum.
Pedir ao Criador pelos amigos – deve ser um pedido e gratidão.
Uma resposta ao pedido certo é sua consequência direta.

Restrição (Tzimtzum) é a cessação de todos os pensamentos sobre mim mesmo.
Luz Refletida (Ohr Hozer) é cuidar apenas da dezena e do Criador.
Ohr Hozer HaMalbish é o quanto eu posso conectar desejos de cuidar dos outros.

Está escrito que o Criador é encontrado além dos limites de nossas sensações terrenas. Assim, precisamente a conexão com os amigos na dezena me permite sair de mim mesmo para a sensação Dele. Na medida de Sua importância acima da minha.

Eu posso superar qualquer uma das minhas deficiências se unir minha intenção com a intenção do grupo em direção à meta. Isso é chamado de assinar o pacto.

Toda a multiplicidade de nossas qualidades e desejos foi criada por 613 luzes. Portanto, não há nada estranho em nós. Devemos apenas colocar cada qualidade em seu lugar certo – e revelaremos o sistema perfeito do mundo.

O que agora me parece como eu, não sou eu em absoluto. E o que me parece como os amigos – esse é o meu verdadeiro eu. A distorção acontece na minha percepção. O eu real é a dezena, dentro da qual habita o Criador. Mas eu sou feito para me ver sozinho, a fim de ampliar a percepção por 620.

A ocultação do Criador foi criada por Ele, não para ser ocultada de nós, mas para nos ajudar a criar um anseio por Sua grandeza, ao invés de pelo poder egoisticamente motivado. Para respeitá-Lo como a fonte da qualidade de doação, e não como aquele que nos dá!

Em uma dezena, todos devem sentir que são iguais. Construir a igualdade na dezena é mais importante do que desenvolver a necessidade de revelar o Criador. Se não houver igualdade, o anseio pelo Criador será distorcido, já que nós pediremos a Ele de um Kli imperfeito.

Nós usamos o grupo para fazer um dispositivo para revelar o Criador, como binóculos que temos que colocar em foco para ver a meta desejada. Todos os nossos raios de visão devem ser focados em um ponto, então vamos olhar precisamente para o Criador.

Está escrito: “Você Me criou”. O Criador não existe por Si mesmo, mas apenas como o resultado correto de todos os participantes em Sua revelação. Este dispositivo está à nossa disposição e temos que ativá-lo. Nós devemos investir na criação de uma “dezena” para revelar o Criador através dela.

Do Twitter, 07/01/19

Comente