Antissemitismo Dos EUA

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 01/07/19

“Se você perguntasse aos judeus há vinte anos se um Holocausto poderia acontecer na América, você teria uma resposta unânime: “impossível, não na América”, disse Dov Hikind, fundador dos americanos contra o antissemitismo. “Infelizmente, um holocausto é possível na América. Pode não parecer o mesmo, mas se postarmos uma petição pedindo que os judeus sejam enviados para campos de concentração na América, muitos assinarão”.

Se houve um tempo em que estávamos certos de que o Holocausto nunca poderia voltar e que o antissemitismo era um fenômeno passageiro, nós devemos ficar sóbrios e entender que as coisas só vão piorar.

Nos Estados Unidos, jogam moedas em crianças judias porque “os judeus amam dinheiro”; um grupo de dez atacou um jovem judeu em Berlim; o chefe do Chabad foi atacado na Argentina; um pavilhão israelense foi destruído em uma exposição em Praga; uma bala foi disparada contra uma mulher de 80 anos ao lado de uma sinagoga na França, e sua cabeça foi ferida. Nós podemos continuar dando exemplos.

Certamente, esses exemplos das últimas duas semanas são apenas a ponta do iceberg. Atrás deles estão centenas e milhares de casos que nunca são relatados. “Os judeus são atacados física e verbalmente – e as pessoas ficam em silêncio”, conclui Hikind.

Para lidar com o problema crescente do antissemitismo, devemos entender a raiz do fenômeno, ou em termos simples: O que faz as pessoas nos odiarem?

De acordo com a sabedoria da Cabalá, o ódio irracional do povo judeu ao longo de gerações vem do papel especial dos judeus, de mostrar a toda a humanidade como se unir. Nós carregamos um método de conexão humana, a chave para uma vida boa e feliz para todas as pessoas.

Enquanto os judeus não cumprem seu papel, todo tipo de sofrimento aumenta no mundo. Inconscientemente, o mundo inteiro se sente dependente dos judeus, e isso é expresso por meio de acusações, calúnias e ódio ardente, por assim dizer, sem justificativa. Mas a verdade é que eles estão certos.

Os judeus não têm para onde escapar. Devemos começar a reconhecer o papel e a responsabilidade em nossos ombros, e perceber a regra do “Ama ao próximo como a si mesmo”. Somente quando os judeus demonstrarem como alcançar um nível superior de conexão humana, eles aliviarão o ódio do mundo a eles. E quanto mais cedo melhor.

Comente