O Mundo É O Estado Interior De Uma Pessoa

laitman_208Pergunta: Existem várias teorias sobre a percepção da realidade: o que é a realidade, qual é a sua conexão com as pessoas e se ela existe fora de uma pessoa.

Newton, por exemplo, acreditava que o mundo existe sem qualquer conexão com a humanidade. Quer a humanidade exista ou não, o mundo sempre existiu e existirá sem ela.

A teoria da relatividade diz que a percepção é relativa e depende da localização do observador e da velocidade com que ele está se movendo.

A física quântica chegou à conclusão de que este mundo é uma ilusão e depende do observador, isto é, nós criamos este mundo.

O que a Cabalá diz sobre a realidade que sentimos?

Resposta: A Cabalá diz que existe apenas uma pessoa que percebe exatamente o que tem dentro de si. Isto é, o mundo inteiro está dentro de mim. Não há um mundo fora de mim. Eu sinto a mim mesmo, e todas as mudanças dentro de mim parecem-me mudanças no mundo ao meu redor.

É como se eu projetasse para fora todos os meus sentimentos, experiências e opiniões internas, e isso é descrito para mim na forma de imagens do mundo. O mundo é meu estado interior.

Baal HaSulam escreve no “Prefácio ao Livro do Zohar”: “Nós vemos um vasto mundo diante de nós, maravilhosamente preenchido. Mas, na verdade, vemos tudo isso apenas em nosso próprio interior. Em outras palavras, há uma espécie de máquina fotográfica em nosso cérebro posterior, que retrata tudo o que aparece para nós e nada fora de nós”.

Isto é, tudo o que me parece externo, na verdade vejo no meu cérebro. Existem várias imagens da realidade girando dentro dela que supostamente existem ao meu redor, mas elas não são nada mais do que uma projeção de meus desejos, pensamentos, sentimentos e experiências mutáveis. Eu as sinto na forma de uma imagem do mundo.

Se eu não visse essa imagem na forma de um imenso mundo com muitos planetas, pessoas, flores, animais e assim por diante, eu sentiria dentro de mim uma microdose tão pequena que não conseguiria me desenvolver. Assim, tudo dentro de mim é ampliado em bilhões de vezes e se desdobra ao meu redor. Portanto, o mundo é uma projeção de mim mesmo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/11/18

Comente