Parâmetros Astronômicos E O Calendário Judaico

laitman_427.02Pergunta: Como os dias são divididos de acordo com o calendário judaico?

Resposta: Há 24 horas em um dia, quatro estações e quatro Anos Novos Judaicos em um cronograma inconstante. O mesmo horário existe entre o dia e a noite: os dias são mais longos e as noites mais curtas no verão e o inverso no inverno.

De acordo com o calendário judaico, uma hora não é de 60 minutos, cada um dos quais é de 60 segundos, mas uma unidade convencional. Esta unidade não é constante, mas depende do tempo.

De acordo com o calendário habitual, considera-se que há 12 horas do pôr do sol até o nascer do sol e do nascer do sol até o próximo pôr do sol também é de 12 horas. Mas às horas de luz, 20 horas podiam passar do nascer do sol até o pôr do sol, e a noite (escuridão) duraria apenas quatro horas.

Neste caso, a hora do dia e a hora da noite são totalmente diferentes. É um pouco como o relógio de sol, que não tem um mostrador uniforme, mas está em escala logarítmica.

Como a duração do dia e da noite muda todos os dias, isso significa que a duração das horas da noite e do dia muda todos os dias. Elas dependem apenas do Partzuf Zeir Anpin no mundo de Atzilut, cuja atualidade gerencia essas ações, porque a luz superior que passa por ele para Malchut (e Malchut somos nós) define tudo.

Se pudéssemos saber exatamente como funciona, sentiríamos esse sistema, uma gigantesca máquina astronômica que nos cerca e nos afeta. Então, começaríamos a nos aproximar de seus parâmetros internos: o que significa mais luz – menos luz, mais quente – mais frio? Se vivêssemos e trabalhássemos de acordo com tais horas, teria sido uma vida completamente diferente.

Por outro lado, como é possível existir nessas mecânicas? Por que precisamos disso? Por que isso deveria nos afetar dessa maneira? Se nos reestruturássemos e vivêssemos de acordo com ela, como sentiríamos a natureza e a nós mesmos? É interessante! Isso significa que começaríamos a senti-la de acordo com sua influência sobre nós. O mundo ao redor, o espaço, as estrelas, tudo brilharia de maneira diferente.

Da Lição de Cabalá em Russo, 30/12/18

Comente