Meus Pensamentos No Twitter 12/05/19

Dr Michael Laitman Twitter

Incluindo-me mentalmente na luz branca do Criador, que é bom e faz o bem, posso começar a aproximar-me Dele, discernindo quais mudanças devo realizar em mim, a fim de entrar na luz através da equivalência de forma com ela.
Estes já são estágios de crescimento espiritual do embrião, nascimento, amamentação …

Eu me separo do meu egoísmo, como se não existisse em meus desejos e pensamentos dentro da luz branca, eliminando qualquer intervenção do meu egoísmo. Assim, estou confiante de que não cairei, já que é impossível cair do zero.
É assim que uma criança que perde seu equilíbrio se senta no chão.

Eu estou sempre na luz branca do Criador.
Se estou insatisfeito com meu estado e quero mudanças – isso é excesso! Visto que acrescento meu desejo egoísta de desfrutar e compreender, o que oculta o Criador de mim – e eu sinto a mim mesmo, o mundo material.
Restrição é a primeira condição!

Estamos na luz de doação e amor do Criador para conosco.
Nossa primeira equivalência com Ele está em anular nossa natureza egoísta, que é oposta a Ele, como se não existíssemos. Esta é uma restrição de si mesmo.
Em seguida, guardamos esse estado em constantes condições internas e externas. O primeiro exercício!

Minha primeira calibração é me anular, eliminar minha intervenção na luz branca, a qualidade de doação do Criador, não permitindo despertar meu desejo egoísta de apreciar e entender. Eu quero me anular completamente, não ser um distúrbio para a luz superior, como uma gota de sêmen na mãe.

Tento sintonizar-me como se não tivesse minha própria mente e sentimentos – mas sim, que tudo vem do Criador. Todos os meus pensamentos e sensações, tudo o que existe em mim – foi enviado pelo Criador. Se estou pronto para me apegar a esse estado, me torno um embrião espiritual.
O principal é tentar deixar tudo para o Criador.

Meu egoísmo exige compreensão e sensação. Distúrbios externos vêm de todos os lados. Eu devo constantemente anulá-los a zero visto que recebo tudo do Criador, tudo está em perfeição exceto meus pensamentos e desejos.
Se eu os corrigir, estarei na luz do Criador. Por enquanto, o trabalho é manter o egoísmo em zero!

A todo momento eu me harmonizo de tal forma que não me importo com o que está acontecendo comigo. Eu me agarro ao centro dos meus desejos e pensamentos, como uma aranha em uma teia em guarda, certificando-se de que nem um único desejo do ego ou pensamento possa passar. Isso significa que eu me anulo até zero, e posso subir a escada espiritual.

Sinto que “enganei” a mim mesmo: percebo tudo como vindo somente do Criador, já que “Não há outro além Dele” e, portanto, como perfeição, “O Bom que faz o bem”. Todo o trabalho está em preservar-se em zero, autoanulação, o estado inicial, como se não houvesse egoísmo, um embrião.

Depois de anular-se completamente até zero, uma pessoa pode revelar qualquer estado, já que tudo foi criado para que ela permaneça em zero – no poder do Criador, enquanto gradualmente incorpora nele tudo o que existe no mundo.
Assim, ela inclui no Criador tudo o que recebe Dele, enquanto permanece no zero.

O homem está separado do Criador pela manifestação do orgulho nele. Ele começa sua adesão com o Criador, suprimindo seu “eu”, criando “zero”, com a intenção apenas de doar, com o fato de que “Não há outro além Dele” que existe apenas a vontade única do Criador. Depois, ele atribui tudo a essa vontade.

Eva Stories, um projeto do Instagram sobre a vida de uma garota judia, apresenta uma visão “moderna” dos dias sombrios do #Holocausto. É trágico que os dias sombrios estejam retornando com o surgimento do #antissemitismo em todo o mundo.
No entanto, os eventos são dados para a unificação e salvação de nossa nação.

Mas se ele não tem forças para exaltar a obra “no zero”, sem sabor, acima de qualquer outro estado, significa que ele “não respeita” o Criador, preferindo-O à sua boa sensação. Se ele não tem as forças para avançar assim pela “fé acima da razão” – então peça, porque isso não está no poder de uma pessoa, mas apenas no poder da luz superior.

O anseio pelo zero absoluto é a aceitação da regra superior do Criador (Ol Malchut Shamaim), de que somente o Criador pode dar à pessoa as forças para estar alegremente no “zero” em qualquer situação. Ela apresenta este estado, como resultado dos esforços, ao Criador – e isso torna o Criador feliz.

O ajuste apropriado do desejo é assim em qualquer estado, subidas e descidas são iguais, em intenção pelo bem (alegria) do Criador. Afinal de contas, a pessoa recebe todos os estados do Criador e, portanto, concorda com qualquer estado que recebe como um estado perfeito. E se ela não puder, peça ajuda!

Se a pessoa aspira a sentir-se como espiritualmente caída tão baixo que não deseja mais do que submeter-se ao poder do Criador, desejando deleitá-lo – isso é o “zero absoluto”, a extrema humildade. E isso deve vir com grande alegria, pois precisamente este é o trabalho para o Criador.

A luz se restringe e brilha conforme o desejo de doação; portanto, se não há desejos para a luz brilhar, a luz pode brilhar sem restrições. Tal restrição de si mesmo é chamada de “zero absoluto”. Quando a pessoa anula completamente a si mesma, não há regra do desejo – e ela entra na espiritualidade.

Zero absoluto significa um estado impossível de sentir ou entender, completamente desligado da sensação e do pensamento. Porque não há luz alguma nele. Se ainda houver luz, o desejo pode ter contato com a luz, ainda não tendo atingido o estado da vestimenta da luz nos desejos.

Restrição significa não desejar mais do que você tem, mas desejar permanecer como está para sempre – isso é adesão eterna. O desejo por mais é o excesso e provoca tristeza. O avanço está em alcançar a alegria no estado de crescente falta de realização egoísta da mente e sentimentos!

Enquanto estiver em um estado pequeno, seja mais feliz do que em um ótimo estado!
Afinal, o estado pequeno é mais fácil de proteger das influências estranhas e, portanto, é mais fácil alcançar a revelação do Criador enquanto se está nele. O Criador também tem mais prazer do estado pequeno do que de um grande (como um bebê e uma criança crescida).

Acreditando e sentindo como se estivesse em seus sentimentos, a pessoa vê e sente que o Criador governa o mundo inteiro de uma boa maneira. Embora ela veja o oposto, acima das sensações, ela imagina a perfeição. Ela está feliz e grata por esta oportunidade de aceitar o mundo como as ações perfeitas do Criador.

Doação significa ver o Criador como bom e Seu governo em todas as coisas, por isso eu estou sempre feliz, independentemente de sensações e pensamentos, mesmo que não esteja em perfeição neles. Isto é trabalho pela doação. Seu objetivo é atingir a sensação de felicidade em qualquer estado.
Apesar do fato de que eu não sou semelhante ao Criador.

Do Twitter, 12/05/19

Comente