Binyan – A Estrutura Da Palavra

laitman_614Pergunta: De onde vieram os binyanim – as formas da construção de verbos em hebraico? Eles têm uma raiz espiritual?

Resposta: O hebraico é uma linguagem matemática. É o oposto de outras línguas.

Existem duas forças no universo: a luz de Hochma e a luz de Hassadim. Sua interação é a base do futuro Kli (vaso). Isto é, a luz está na raiz de tudo.

A raiz das palavras hebraicas pode consistir em uma, duas ou três letras. Essa é uma linha, duas linhas ou três linhas. As letras não podem ser arbitrariamente combinadas umas com as outras, como em outras línguas, de acordo com suas regras. Aqui não há regras, mas leis da natureza, leis do mundo.

O binyan é a base, a estrutura da palavra, que sempre expressa claramente sua raiz: uma combinação de luzes e desejos. Afinal, o que mais está lá? A luz é do Criador e o desejo, isto é, a intenção, a luz refletida, é da criação.

Tudo depende do estado em que se encontram. Pode ser apenas uma, duas ou três linhas. Portanto, como regra, temos duas linhas e, em casos especiais, três. Isso se refere apenas à base da palavra.

Todas estas questões são claramente matemáticas. Não pode haver movimentos arbitrários.

Da Lição de Cabalá em Russo, 06/01/19

Comente