Teletransporte Interno

laitman_962.6Eu observo as notícias sobre o que está acontecendo no país e no mundo, e me alegro com o fato de o ímpio ser revelado, isto é, a revelação do mal do desejo egoísta que exige ser corrigido. O ego está gritando, implorando: “Por que você não está me corrigindo?! Até que ponto tenho que me revelar e mergulhar no mundo?”

Regozijo-me com o fato de que o mundo está finalmente começando sua aproximação gradual à revelação do mal. As pessoas já entendem que, por um lado, não podem fazer nada sobre o ego porque é a natureza humana, mas, por outro lado, se falharmos em erradicá-lo, isso nos matará.

Portanto, as pessoas estão começando a pensar em como eliminar o ego. Lentamente, elas tentam todos os métodos possíveis e percebem que nenhum deles funciona. Nossa situação é desesperadora. Estamos em algum lugar nos arredores de uma galáxia, girando em torno de uma estrela anã em um minúsculo planeta completamente sujo com nossos resíduos. A vida está acabando e não há perspectivas. Estamos sozinhos no universo e logo também não haverá vida no planeta Terra. Como dizem, apagam-se as luzes.

É assim que a situação parece francamente, mas esta é a revelação do mal em um ponto a partir do qual você pode começar a pensar no que pode ser feito. Talvez alguém ainda dê conselhos sobre como nos salvar. Assim, o ouvido começa a ficar sintonizado com ondas que antes eram imperceptíveis: que há vida além da nossa realidade.

Nossa realidade é multidimensional, e a revelação da camada superior além da nossa realidade depende da nossa percepção. Se mudarmos nossa percepção interna da realidade, de repente nos encontraremos vivendo em outro mundo, como se o teletransporte tivesse ocorrido e de repente eu me sentisse em um estado diferente, em outro lugar.

Isso tudo porque eu mudei meus valores internos e comecei a viver em outro mundo. É dito que este mundo existe apenas para que possamos abandoná-lo. A fuga do nosso mundo é a única razão para a existência do universo, do nosso planeta e das pessoas na Terra. Em geral, esse mundo é imaginário e começamos a viver no mundo real.

Eu vejo as notícias apenas deste ângulo e, portanto, não derramo lágrimas. Como podemos mudar a realidade? Só pode mudar se cada um de nós mudar. A realidade depende de mim e é sentida dentro de mim. Portanto, duas pessoas podem ver a mesma coisa, mas uma está chorando e a outra está se alegrando. Tudo depende de como percebemos o que está acontecendo. Eu vejo tudo como passos necessários para a correção, aproximando-nos da bondade.1

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá, 05/04/19, “Construindo A Sociedade Futura”

1 Minuto 13:15

Comente