Sair Do Egito: De Duas Forças Para Uma

laitman_276.05Quanto mais tempo estamos no exílio egípcio, mais queremos sair dele. No entanto, se estivéssemos lá por um curto período de tempo, o desejo de sair seria pequeno. Essas duas forças trabalham em paralelo – reconhecimento do mal e saída para o bem – quanto maior é uma força, mais cresce a outra. Portanto, o êxodo do Egito é impossível sem a sensação de que você está nas garras do egoísmo.1

Nós só precisamos nos esforçar em direção ao objetivo e cada um revelará o que for necessário de acordo com a raiz de sua alma. Isso não vai a lugar nenhum, afinal estamos pisando em nossos Reshimot (dados informativos) pelos quais o caminho para o fim da correção é pavimentado. Não há dúvida de onde eu vou pisar em seguida: Reshimo à esquerda, Reshimo à direita e eu avanço andando nos Reshimot. Eles já estão dispostos à minha frente, apenas a velocidade do avanço e seu caráter dependem de mim.2

Toda a sabedoria da Cabalá e o trabalho de uma pessoa são descobrir a unidade do Criador na prática, tornando-se parte dessa unidade. Quando eu determino que “não há outro além do Criador”, isso significa que estou me tornando parte Dele. Se nos tornarmos como um soco e uma matriz, um selo e uma marca, considera-se que eu construí minha alma.3

Primeiro, eu percebo o Criador e o Faraó como duas forças completamente opostas: o bem e o mal, como se neste mundo eu recebesse uma recompensa ou um castigo. De repente, começo a reduzir a diferença entre eles mais e mais até descobrir que não há mal nem bem, mas apenas minha conexão com “Não há outro além Dele”. Portanto, não me importa o que recebo Dele, o principal é que é Dele!4

Se o Criador coloca um obstáculo diante de mim, isso significa que de antemão Ele já arranjou tudo o que preciso para superar esse obstáculo. Como está escrito: “A santidade aumenta, não diminui”. O Criador sempre nos dá a oportunidade de nos fortalecer, nos conectar, encontrar novas forças e seguir em frente. Ele dá um passo à frente primeiro, e depois, a partir do novo estado, nos envia o fardo do coração para nos aproximar mais Dele. Nós damos um passo depois do Criador. Ele lidera o caminho e nós O seguimos.5

Como podemos abordar Pessach em prontidão para sermos dignos do êxodo do Egito? Precisamos nos unir mais. Nós temos força suficiente para sair, tudo o que precisamos é de unidade. Vamos esperar que cheguemos a tal conexão que seja adequada para o êxodo do Egito. Isto é, que sentiremos uma necessidade aguda de sair do amor egoísta e de nos unirmos para que os dez se tornem um só. Então, a partir do negativo, da separação, chegaremos a um todo, e começaremos a aumentar, para cultivar essa unidade, devido a esses distúrbios.

Primeiro nós viemos de duas forças opostas, bem e mal, para uma força, a ponto de sair do Egito. Então, a partir deste ponto, duas forças crescem novamente: positiva e negativa.

Primeiro, nós conectamos as forças boas e más determinando que tudo vem do mesmo Criador. Depois aumentamos o Criador elevando-nos acima das perturbações, acima da força do mal.6

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 17/04/19, Pessach
1 Minuto 12:58
2 Minuto 1:13:05
3 Minuto 1:14:00
4 Minuto 1:17:00
5 Minuto 1:41:50
6 Minuto 2:19:45

Comente