Revelando A Atitude Do Criador

laitman_962.1A descida dos mundos de cima para baixo é construída de tal forma que, devido às suas ações, a criação revela cada vez mais a atitude do Mestre em relação a ela. Ela parece estar no processo de busca. No mundo espiritual, é impossível buscar respostas com nossa lógica racional – devemos penetrá-la sensorialmente e assim entenderemos mais. Então, de nossas sensações, podemos encontrar uma explicação em nossa razão.

Imagine que estou em frente ao Mestre com meu desejo de desfrutar e agora revelo Sua atitude em relação a mim em certo nível. Eu começo a trabalhar com isso; eu rejeito esse prazer e faço esclarecimentos. Ao mesmo tempo, meu desejo está se desenvolvendo e refinando depois da ação espiritual que fiz, e de repente sinto que o Criador fez muito mais por mim do que eu pensava anteriormente. Parece que cresci e percebi isso, semelhante a como, depois de ficar mais velho, um filho justifica seus pais pelo que exigiam dele.

Então, minha tela é reduzida; não posso mais me levantar contra o que tinha conseguido antes. Parece que a tela deveria ter crescido porque entendia mais. Mas isso não é o que acontece e eu sinto que não posso fazer nada além de me anular diante do desejo do superior.

Eu revelo o amor crescente do Criador em relação a mim e minha incapacidade de responder a Ele da mesma maneira. Portanto, todos os graus da descendência dos mundos (Olamot) são chamados graus de ocultação (Alamot). A criação não tem saída; bloqueia-se com telas, ocultando a luz superior e a atitude do Criador em relação a ela, a fim de se esconder atrás delas e de alguma forma sobreviver. Estes não são graus de honra, mas graus de fraqueza. Tudo isso está acontecendo não às custas da criação, mas às custas do Criador que está construindo um vaso espiritual.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala, 25/03/19, Escritos do Baal HaSulam , “Prefácio à Sabedoria da Cabala”, item 20
1 Minuto 1:06:05

Comente