Peça O Que O Criador Quer Dar

laitman_962.7O Criador criou a criação com o desejo de desfrutar, que é o oposto do Criador. Toda natureza inanimada, vegetativa e animada age por instinto e não pode mudar nada. Uma pessoa, no entanto, tem a oportunidade de mudar sua natureza se encontrar uma maneira de se voltar ao Criador e pedir por isso.

Se a pessoa organiza um ambiente através do qual pode receber desejos que são opostos à sua natureza original, ela pode formular uma necessidade pelo Criador e pedir o desejo de doar. O Criador então lhe dará uma segunda natureza para que ela possa usar seu desejo de desfrutar com a intenção em prol da doação. É assim que a pessoa se torna semelhante ao Criador.

O Criador recebe prazer quando exigimos Dele porque o Seu desejo é doar: quanto mais recebemos Dele, mais damos a Ele. Nós não podemos dar nada a Ele exceto nossos desejos que requerem satisfação. Entretanto, é necessário pedir apenas pelo prazer do Criador, então esta é a intenção correta. Se eu pedir porque me sinto mal, isso ainda é um pedido egoísta.

O pedido correto é pedir o que o Criador quer nos dar. É como uma criança que quer uma bola, mas sabe que dará mais prazer ao pai se pedir uma enciclopédia. No entanto, o pai sente seu filho completamente e não pode ser enganado. Portanto, o filho deve entrar no ambiente correto que irá mudar seus desejos para que, em vez de jogar futebol, ele esteja mais interessado em estudar geografia.

Então ele vai até seu pai e pede o livro do fundo do seu coração, concedendo-lhe imenso prazer não através do livro em si, mas pelo fato de que mudou a si mesmo seguindo o exemplo de seu pai. Todo o trabalho da pessoa é pedir, mas pedir sempre as coisas corretas para que o Pai desfrute do nosso pedido. Isso é chamado de “tornar o seu desejo como o desejo Dele”.1

Está escrito: “Meus filhos Me derrotaram”. Isso significa que devemos influenciar o Criador para que Ele nos corrija o tempo todo, atraia-nos e nos empurre para frente. No entanto, a pessoa pode influenciar o Criador apenas na medida da equivalência das propriedades. É impossível alcançá-Lo com gritos e pedidos – é necessária uma conexão entre nossas propriedades. Tais propriedades aparecem apenas sob a condição de que eu estou no ambiente correto, na dezena construída na equivalência com o Criador. Se transferirmos nossos desejos de doação ao Criador, receberemos Dele o poder de realizá-los. É assim que nós vamos do amor dos seres criados ao amor do Criador.2

Se elevamos o pedido correto ao Criador, começamos a entender Sua resposta, a apreciar o que recebemos Dele. Talvez eu tenha pedido uma bola, como uma criança, e meu pai me deu um livro de geografia. Então eu vejo o quanto mais útil o livro é para mim e como eu deveria mudar para percebê-lo como um presente do Criador e não ficar com raiva por não ter recebido a bola. Se eu trabalhar corretamente na dezena, verei que o mundo está mudando para melhor para mim.3

Toda a matéria é um desejo de desfrutar. Cada elemento, cada átomo, quer preservar a si mesmo, sua estrutura, sua natureza e sua textura. Cada partícula existe devido ao fato de que resiste à sua destruição. Para dividir uma minúscula partícula elementar, as pessoas constroem enormes instalações, colisores. É preciso muita energia para dividir uma partícula e ver em que consiste. Isso mostra que um forte desejo de desfrutar é inserido em cada partícula pelo Criador. No esforço para dividir partículas elementares, estamos essencialmente estudando o que o Criador colocou dentro da criação.

Quanto mais simples o material, mais forte é o desejo de desfrutar. Quanto mais a matéria se desenvolve, mais complicado se torna esse desejo e, portanto, enfraquece e não consegue mais se manter. É por isso que os elementos mais pesados ​​começam a emitir energia, radiação e decomposição.

A partícula mais morta e primitiva tem a maior força recebida do Criador. Portanto, quanto mais desenvolvida uma pessoa é, mais dúvidas e problemas, altos e baixos, ela tem. No entanto, se ela se congela no nível inanimado, ela não se preocupa com nada e continua hoje como ontem.4

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 08/04/19, Escritos do Baal HaSulam, Shamati, Artigo 115 “Inanimado, Vegetativo, Animado e Falante”
1 Minuto 15:00 – 1:01:00
2 Minuto 01:18:00
3 Minuto 1:20:00
4 Minuto 1:46:25

Comente