O Calendário: Nosso Cronograma Da Vida

Laitman_506.5Pergunta: O que é o ano novo para um Cabalista?

Resposta: O ano novo é um novo empreendimento. “Ano” em hebraico é “Shana“, da palavra “Leshanen” (repetição).

A repetição das quatro estações que mudam por uma revolução da Terra ao redor do Sol e outros ciclos do calendário são baseadas nas dez Sefirot do Partzuf espiritual e sua divisão.

Por exemplo, os 4 estágios do Partzuf multiplicados por 3 linhas são iguais a 12. Portanto, um ano é dividido em 12 meses, um dia em 12 horas de dia (a luz de Hassadim) e 12 horas de noite (a luz de Hochma) .

A divisão em 6 partes de ZA (Zeir Anpin) multiplicada por 10 é igual a 60. Portanto, há 60 segundos em um minuto e 60 minutos em uma hora.

Além disso, há um ano bissexto em que há 13 meses. Há um ano especial, o 7º, e outro especial, o 50º.

Tudo é construído sobre a correspondência entre as fases do Sol, da Lua, da Terra e suas mudanças mútuas.

Um calendário é o cronograma da nossa vida. Medir apenas pelo Sol ou pela Lua não reflete todas as características de nossa existência, sua estrutura, e não grava claramente nossa vida. Portanto, enquanto o calendário cristão é construído sobre o ciclo solar e o calendário muçulmano sobre o ciclo lunar, o calendário judaico é baseado no Sol, na Lua e na rotação da Terra.

Três tipos de calendários correspondem às três linhas: esquerda, direita e média. A linha esquerda é o calendário cristão, a linha direita é o calendário muçulmano e a linha do meio é o calendário judaico, que inclui o Sol, a Lua e a Terra.

Portanto, o calendário judaico é o mais preciso. Foi calculado há milhares de anos na antiga Babilônia e depois testado e confirmado 2.200 anos atrás pelo rabino Yehuda Ha-Nasi. Não mudou desde então.

Isto é, os feriados judaicos nunca se movem para o verão ou o inverno, como se estivessem vagando com os muçulmanos. Também não há problemas com os anos, como com os cristãos. No calendário judaico, a linha do meio é mantida, que é sempre estável.

Assim, tudo acontece de acordo com a divisão em dez Sefirot: Keter, Hochma, Bina, Zeir Anpin e Malchut. É assim que a correspondência entre os planetas é organizada e funciona na natureza.

Da Lição Diária de Cabalá em Russo, 30/12/18

Comente