Meus Pensamentos No Twitter 30/04/19

Dr Michael Laitman Twitter

Está escrito na Introdução ao #Zohar (item 71): Se a parte externa da nação fortalece e diminui a parte interna do povo de #Israel (os Cabalistas), então a parte externa das nações do mundo (os vândalos), intensifica e anula sua parte interna, os justos das nações.

Estou pessoalmente familiarizado com o Dr. Guy Bechor e concordo com ele.
Há esperança de que os #Judeus entendam que há apenas dois caminhos: perecer do ódio do povo ou liderar a correção do mundo. A decisão é nossa. Os antissemitas não têm culpa.
Culpem aqueles que podem mudar o destino: os judeus!
#antissemitismo

O mal e o bem vêm ao mundo para Israel (ver Talmude, Yavamot 631) e através de Israel eles agem sobre todas as nações do mundo.
O comportamento de Israel determina se o mundo é governado pelo bem ou pelo mal.
A observância da unidade (garantia mútua) na nação e entre ela e o Criador determina o estado do mundo.

O nazismo é um produto da democracia e do socialismo que descartou a fé e a educação. Portanto, em nosso tempo, ele está se desenvolvendo em todos os países, começando pelos estados democráticos. Se a nação de Israel não estabelecer um exemplo de unidade para as nações, isso levará à Terceira Guerra Mundial.

No sistema geral das almas (Adão), Israel (Lirosh), cabeça do sistema, estabelece as bases para o crescimento de todo o sistema, o dever de se desenvolver corretamente e conduzir todas as nações do mundo no desenvolvimento da alma, até a correção completa em equivalência com o Criador.

Isra-el significa Li-Rosh, a cabeça do sistema de almas. Eles são os primeiros a receber os sinais e transmiti-los às nações do mundo. É impossível fazer sem eles, todos dependem deles. O sistema é propositalmente quebrado pelo egoísmo da queda para que as nações do mundo obrigassem o povo de Israel a cumprir sua missão.

O volume da dívida mundial de US $ 243 trilhões é 3 vezes o #PIB do planeta.
Se explodir resultará em crises, o sistema de conexões sairá do controle.
Solução: A Torá nos instrui a descartar as #dívidas.
E como toda a #economia é egoísta, deve ser limitada ao #consumo consciente.

Do Twitter, 30/04/19

Comente