Meus Pensamentos No Twitter 13/04/19

Dr Michael Laitman Twitter

Quando a pessoa eleva a aspiração pela doação, ela entra no exílio e vê a que distância está da qualidade de doação. Uma percepção surge da falta de desejos de doar, que o Criador então corrige e preenche.

Para adquirir uma Alma (Terra de Israel), a pessoa precisa adquirir seus grandes desejos no exílio (Egito) e então corrigi-los – só então ela merece preenchê-los com luz superior, a revelação do Criador.

Somente depois de sair do egoísmo, “para o seu próprio bem”, o Egito, uma pessoa pode estudar a Torá, como agir em doação pelo Criador. Já que sob o poder do egoísmo, ela trabalha para o Faraó, egoísmo, e não pode pertencer ao Criador.
Portanto, o evento principal no desenvolvimento espiritual é a saída do egoísmo.

A pessoa deve acreditar que todas as perturbações são de cima, a fim de abrir espaço para tentativas de se voltar ao Criador com um pedido para substituir o desejo de receber pelo desejo de doar.
O egoísmo, o enviado do Criador, nos desperta.
Somente quando a pessoa fica convencida de que a redenção está em agir em prol do Criador, ela se volta ao Criador pelo desejo de doar.

A única maneira de passar do nível inanimado para o vegetativo é através da unidade na dezena. Cada um de nós é inanimado, mas se nos influenciamos corretamente, podemos nos tornar um vegetal. Nove amigos com a força do Criador trabalham em cada pessoa na dezena como se o Criador estivesse trabalhando em nós.

Nosso trabalho é querer deixar o nível inanimado, chegar ao Mestre do programa, mudar Sua decisão – forçá-Lo a nos manejar de maneira diferente. A única maneira de mudar algo em si mesmo é voltando-se ao Criador, forçando-O a mudar-nos, como está escrito: “Meus filhos Me derrotaram”.

Todo o programa do nosso comportamento está incorporado em nós pelo Criador, e nós o sentimos como nossa natureza. Para senti-lo separadamente de nós mesmos, imposto a nós, devemos tentar nos libertar dele, agir da maneira oposta – o caminho da doação e da unidade.
Então sentimos a essência do nosso programa – o egoísmo.

Do Twitter, 13/04/19

Comente