Desamparo Diante Da Natureza

laitman_251A humanidade se sente vivendo em um determinado espaço. Aquilo em que existimos internamente, chamamos de nosso mundo. Esta é a natureza circundante, seus níveis inanimado, vegetativo, animado e humano.

Nosso mundo é governado de alguma forma e vive de acordo com suas próprias leis. Estudamos essas leis e tentamos encontrar alguma conexão entre elas, como elas nos afetam, como podemos afetá-las, as propriedades da natureza e como subjugar a natureza para torná-la lucrativa e confortável para existirmos neste mundo.

Como resultado de nosso desenvolvimento, que durou muitos milhares de anos na Terra, chegamos à conclusão de que ainda sabemos pouco sobre o nosso mundo porque eventos que não podemos prever ocorrem nele e existem forças que não podemos controlar. Elas nos afetam de uma maneira terrível, nos assustam e nos colocam em situações que nos fazem sentir pequenos, mesquinhos e miseráveis.

Apesar das conquistas da ciência, não sabemos quando haverá um terremoto ou um furacão e qual poderá ser seu impacto. Em geral, há enormes forças da natureza que estão se desenvolvendo, causando grandes problemas, e não podemos fazer nada a respeito.

Não podemos fazer nada com nossas vidas, não podemos criar uma sociedade boa, interações corretas entre cônjuges, filhos e pais. Não podemos fazer nada sobre o fato de que somos limitados em nossa vida, fracos diante da natureza, diante de nós mesmos. Somos desamparados diante da vida e da morte, e achamos isso muito deprimente. Inconscientemente, isso nos humilha.

Em geral, vivemos em um mundo do qual nada sabemos.

Pergunta: Existem certos algoritmos pelos quais a natureza nos desenvolve, mas não os conhecemos?

Resposta: Mesmo se nós os conhecêssemos um pouco e gradualmente viéssemos conhecê-los, isso não nos ajudaria a governar. O desenvolvimento da humanidade leva apenas ao fato de que, de alguma forma, nos protegemos das influências negativas da natureza, mas nada mais.

Uma pessoa se encontra no sistema de forças que a governa em todos os níveis. Não podemos fazer nada no campo da economia, relações familiares, relações de Estado, ou na esfera da ecologia, em nada. É em nossa era, quando alcançamos tal prosperidade, tal força e tal entendimento da natureza, que nos convencemos de que somos muito fracos e não os conhecemos.

De KabTV, “A Essência da Ciência da Cabalá, Parte 1” , 12/11/2019

Comente