Sem Acordo, Sem Grupo

laitman_528.02Rabash, Escritos do Rabash, Artigo “A Agenda da Assembleia 2”: Isto é como o que está escrito no Midrash (Vayikra Rabba, Capítulo 4): “Duas pessoas entraram em um barco. Uma delas começou a furar embaixo dela fazendo um buraco no barco. Ela lhe disse: ‘Por que você está furando?’ E ela respondeu: ‘Por que você deveria se importar? Eu estou furando debaixo de mim, não debaixo de você? Então ela respondeu: Sua tola! Nós nos afogaremos junto com o barco!’”

Você deve sempre levar em conta o que está fazendo para o grupo – uma ação positiva ou negativa que pode ser medida apenas em relação à Assembleia.

A ordem deve ser que qualquer um com uma sugestão que possa melhorar o amor dos amigos, isso deve ser discutido, mas deve ser aceito por todos os amigos, então não há nenhuma questão de coerção aqui.

A discussão deve ser muito clara, precisa e abrangente para que todos concordem e aceitem isso para implementação. Não pode ser de outra forma. Se não houver consentimento, não há grupo.

Pergunta: No trabalho interno, eu posso visualizá-lo. Mas como tal estado pode surgir externamente para que todos concordem com a decisão tomada pelo grupo?

Resposta: É sobre isso que trata o trabalho interno. Você conecta dez elementos que se tornarão um sistema onde o Criador se revelará. Se pelo menos um elemento discordar, então é como o Rabash escreve: “um buraco no barco”.

De KabTV “A Última Geração”, 27/06/18

Comente