Meus Pensamentos No Twitter 26/02/19

Dr Michael Laitman TwitterO coração é um desejo coberto pela intenção egoísta.
Ao esfregar os nossos corações uns contra os outros, vamos retirar a intenção egoísta dos corações.
Em vez disso, teremos a intenção de doar e o coração será preenchido pela luz superior.
#sabedoria #citações #cabala

Construa um desejo comum, um vaso para revelar o Criador, com a dezena.
Nosso mundo é o mundo da ação. Nele, podemos fazer ações sem o consentimento do coração. Esta mentira, no entanto, nos permite construir nossa independência na espiritualidade, precisamente em virtude da mentira…

A sensação: “Não há outro além Dele” depende apenas da medida da autoanulação, porque construímos um lugar para revelar o Criador acima do nosso egoísmo. Através da autoanulação, transformamos “eu” em “nós” e “nós” em “o Criador”.

O amor dos amigos é apenas um nome que oculta não apenas a conexão, mas uma enorme e difícil análise. Identificamos o “mal” entre nós – uma conexão ruim que decorre da nossa natureza. E “acima” devemos estabelecer uma conexão boa (isto é, espiritual).

Cada pessoa deve verificar constantemente a si mesma: ela se submete aos outros de modo que todos sejam iguais, como um homem com um coração? Dessa unidade, novos fenômenos, forças e ações são revelados, os quais nunca suspeitamos ou imaginamos.

Já existem pessoas entre nós que existem na qualidade de doação ao ambiente.
Depois, devemos esclarecer a humanidade sobre a necessidade de seguir as leis da natureza e construir uma vida sobre o princípio da doação mútua, a fim de merecer a recompensa superior, o grau do Criador (Baal HaSulam, “Paz no Mundo”).

“A ética da vida das nações deve obrigar as pessoas a doar ao próximo (ame o seu próximo como a si mesmo), para que haja total igualdade em tudo. Essa será a perfeita consciência de todas as nações. Além disso, toda nação pode seguir sua própria religião e tradição ”(Baal HaSulam,“ A Última Geração”).

“#Natureza , como um juiz, nos castiga de acordo com o nosso desenvolvimento. Assim, o sofrimento cresce até o grau do progresso, já que somos obrigados pela providência do Criador a cumprir a lei da doação. Por mais que não a cumpramos, a natureza nos castiga. E a Natureza nos derrotará, nos obrigará a ‘amar ao próximo’ ”(Baal HaSulam,“ A Paz ”).

É melhor aceitar a opinião dos Cabalistas: que as palavras “Natureza” e “Elokim” (um dos nomes do Criador) são idênticas (Gematria 86). Neste caso, as Leis do Criador podem ser chamadas de Mandamentos da Natureza, e vice-versa, uma vez que é a mesma coisa.
E não há mais necessidade de uma retórica vazia. (Baal HaSulam, “A Paz”)

O surgimento de um pedido ao Criador veio do próprio Criador.
Não foi o homem que iniciou a proximidade com o Criador, mas o Criador o aproximou, dando-lhe o desejo de pedir ajuda.
É também o Criador que completa este processo ao despertar desejos reativos para Si mesmo.
A fé nesse processo leva o homem à unificação.

A capacidade de me anular é determinada pelo ambiente – tanto quanto me submeto a eles. A todo momento, o Criador me dá essa oportunidade. A luz superior age constantemente – as mudanças dependem do meu consentimento para me anular dentro da oportunidade que é apresentada.

Não há mal sem bem nem bem sem mal. Devemos preservar ambos, sem diminuir o mal, porque é precisamente acima dele que revelamos o bem. Está escrito: “O amor cobrirá todos os pecados”. Se não há pecados, não há lugar para o amor.
Ele só pode existir enquanto cobre o mal.

Ninguém encontrou bases claras e sólidas para construir uma sociedade sólida de pessoas iguais e felizes. Todos buscam a verdade, mas o egoísmo cresce e o estado da humanidade se deteriora. Portanto, não há outro caminho além de começar a se reunir em “dezenas” e gradualmente construir a nova sociedade…
… através da boa educação.
#educação #felicidade #desenvolvimento

Do Twitter, 26/02/19

Comente