Meus Pensamentos No Twitter 11/02/19

Dr Michael Laitman TwitterSe a pessoa aceita a fé acima da razão, mesmo sem alegria, submetendo-se à Malchut, ela concorda que este é aparentemente o desejo do Criador. Portanto, ela não se importa com a inspiração, uma vez que não se importa consigo mesma ou com os benefícios.
… Mas apenas com o benefício para o Criador – ela está em completa submissão.

No começo de cada grau, a pessoa precisa aceitar de novo a regra do Criador. Com isso, ela preenche parte do desejo não preenchido pelo Criador com o domínio do Criador, transfere o ego para a santidade, e assim por diante – até que todo o egoísmo seja transferido para o domínio do Criador.
Acreditando que cada vez, sua ação é nova!

Os globalistas criam informações falsas, colocando os interesses de uma humanidade abstrata unida pela tolerância acima dos interesses de pessoas e nações.
Os Cabalistas também veem o futuro como uma humanidade unida, mas como resultado da educação, unida pela revelação do Criador.

Se a pessoa realmente deseja ir pela fé acima da razão, ela não deseja ver a boa governança de forma clara já que “ver não é crer”. Ao invés de pedir para sentir o bom governo, ela pede a força da fé, como se estivesse vendo o bom governo do Criador com a razão …
… então não haverá diferença entre fé e razão.

A pessoa que vai em direção à fé, a doação, deve entender que está sendo tratada de uma forma especial desde cima:
– ela é rebaixada para pensar na meta, o que é desejado dela e o que ela quer que o Criador lhe dê;
– ela é elevada – quando não há necessidade de cuidar da espiritualidade, mas deseja permanecer nela.
Acontece que descidas produzem uma subida!

O que eu acho que é Eu não é eu. O que eu acho que são os amigos – esse é o meu verdadeiro eu. A percepção distorcida não me deixa ver que o eu real é a dezena, na qual o Criador habita. Eu tenho uma percepção de me ver sozinho – então posso corrigir isso e ampliá-lo 620 vezes.

A alegria testifica a fé no bom governo do Criador, apesar de qualquer estado em que a pessoa esteja. Ela é feliz. E o grau da alegria testifica o grau de sua fé. Ela não está em si mesma, mas no Criador – não em seu desejo, mas no desejo do Criador – e está, portanto, sempre em alegria.

Do Twitter, 11/02/19

Comente