Tu Bishvat: O Começo De Um Homem

laitman_258Nós vemos que sem conexão com a verdade, com a raiz espiritual, datas especiais em nosso mundo se transformam em feriados infantis. Tu Bishvat também se limita a plantar árvores em um jardim ou cidade. O que, claro, é maravilhoso em si mesmo, mas está longe de seu verdadeiro significado.

Tu Bishvat, o ano novo das árvores, é uma data muito séria, que segundo sua raiz espiritual significa o começo do homem. Está escrito: “O homem é a árvore do campo”. Portanto, é correto plantar árvores neste dia, mas também é necessário cuidar da educação de um homem para cultivar “uma árvore frutífera” dele . Isso significa criar uma pessoa semelhante ao Criador.

É interessante que todo o trabalho que realizamos no cuidado das árvores também deve ser realizado em uma pessoa. Caso contrário, a árvore pessoal não dará frutos, ou será amarga, inadequada para a alimentação humana. Precisamos realizar 39 tipos de trabalho para cuidar do crescimento da alma de uma pessoa, como se cultivássemos uma árvore. Esta não é apenas uma árvore no campo, mas uma árvore frutífera que cresce no Jardim do Éden porque ela produz nossa alma: desejos corrigidos de receber e doar que estão unidos em um só fruto. Isto é possível através da educação, ambiente e habitat, sem o qual uma árvore não cresce para ser boa e frutífera.

Portanto, uma pessoa é comparada a uma árvore no campo. Este não é apenas um campo qualquer, mas o campo abençoado pelo Criador. O Criador abençoa este campo de acordo com os esforços investidos em cuidar da árvore, de acordo com o investimento no ambiente.

Nós não interferimos no interior da árvore, mas influenciamos desde fora. Graças ao cuidado externo, ela começa a produzir frutos lindos e doces. Tudo isso depende do ambiente, do grupo, da dezena. Devemos tentar construir um ambiente que se torne o campo abençoado pelo Criador. A relação entre amigos deve ser tal que cada um possa crescer com confiança na forma correta e boa, se conectar e dar um fruto comum: uma maçã do Jardim do Éden, a alma corrigida.

Portanto, o feriado de Tu Bishvat simboliza todo o trabalho espiritual de uma pessoa no estágio inicial. Uma árvore é algo que cresce do solo inanimado. Se organizarmos o ambiente correto, as condições externas, obteremos um broto vivo que se transformará em uma árvore com frutos adequados à alimentação humana.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala, 21/01/19, “Tu BiShvat (15 de Shevat )”
1 minuto 3:00

Comente