O Estudo Apropriado

laitman_259.01É muito importante se preparar para a lição. A partir do momento que a pessoa acorda, se lava, toma uma xícara de café, se veste e vem para o local de estudo, deve constantemente pensar em por que faz tudo isso. Ela então chegará à lição com a atitude correta e começará a estudar.

Estudar significa se sentar com os amigos e verificar até que ponto estou conectado com eles. Se eu já estiver no estágio do Rav Shimon, sentirei ódio e rejeição por meus amigos. É assim que a possibilidade de correção me é revelada de cima. Eu não venho indiferente, mas com um coração caloroso, a favor ou contra a conexão.

Assim, é determinado se eu preciso da Torá ou não, na Luz que retorna à fonte, que me conecta com os outros. Em nossa unidade, revelamos todas as letras da Torá, todas as propriedades de doação, para que mais tarde, de acordo com essas propriedades, revelaremos o Criador. Estudar é uma ajuda, mas o principal é a conexão entre nós.1

Os artigos nos ajudam a nos organizar corretamente, e O Estudo das Dez Sefirot atrai a Luz que nos reforma. No entanto, em seu estudo reside outro perigo: começar a estudar para obter conhecimento, não em prol de obter a Torá, isto é, a Luz da correção. Talvez você queira saber quantos anjos existem no céu e quais são seus nomes? É muito importante que “a sabedoria não exceda seus atos”, isto é, ações de doação. É necessário estudar em prol da doação, senão você se distanciará do Criador e cultivará seu orgulho.

Enquanto estuda os artigos que falam do caminho da pessoa até o Criador, não é tão difícil manter a mesma direção com o texto. Mas desta forma nós atraímos menos Luz que reforma porque não estudamos as ações do Criador. Enquanto que O Estudo das Dez Sefirot, A Árvore da Vida e O Livro do Zohar contêm muita Luz grandiosa. Nem todas as partes da Torá contêm a mesma quantidade de Luz que reforma.

No entanto, é necessário entender que uma pessoa não pode estudar ou ler apenas artigos o tempo todo. É necessário combinar os dois. No entanto, atrair a Luz é de importância primordial. Se fosse possível atrair a Luz saltando dez vezes, saltaríamos. Nós precisamos de um meio para atrair a Luz. Portanto, vemos que a sabedoria da Cabalá é revelada precisamente na forma que permite que ela se torne um meio para a geração atual.2

A Luz que retorna à fonte transfere o poder de doação para nós. Não sentimos a Luz em si, mas apenas o resultado de sua ação. É impossível sentir a própria Luz, assim como não sentimos a eletricidade, mas apenas as consequências de seu trabalho. O resultado da ação da Luz que reforma é meu desejo de doar. Eu não quero estar dentro de mim mesmo; quero existir nos outros, no Criador.3

As pessoas podem fazer qualquer coisa quando estão em êxtase religioso: pular sobre incêndios e até se queimar, e tudo isso com qual propósito? A Cabalá diz que existe o sistema superior que podemos despertar estudando. Nós estudamos as ações do sistema, seu trabalho. E durante a leitura, eu quero que o sistema atue na minha correção. Eu não estou pedindo para tornar isso pior para alguém ou melhor para mim mesmo. Eu peço que eu me torne bom por dentro, não que eu me sinta bem.

Eu posso então doar aos outros. Isto é, eu poderei passar a força que agora veio até mim e me corrigir através de mim mesmo para os outros e me tornar um transmissor.4

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 07/01/19, Lição sobre o Tópico “O Caminho Certo para Estudar a Sabedoria da Cabalá”

1 Minuto 22:15
2 Minuto 27:30
3 Minuto 49:55
4 Minuto 1:10:15

Comente