Apenas 30 Minutos Por Dia

Laitman_138A crítica é permitida por apenas 30 minutos depois de uma pessoa ter trabalhado 23 horas e meia por dia na linha direita, isto é, ela justificou tudo. O trabalho na linha direita é transferir nossa linha esquerda, nosso descontentamento, para a linha direita, através de nossos esforços.

Depois que uma pessoa fez a preparação correta durante as 23 horas e meia, mantendo-se na linha direita o tempo todo e tendo treinado para trabalhar nela, ela deveria se forçar para despertar a linha esquerda, a atitude crítica. Não é fácil para ela fazer isso; ela já se acostumou a estar em Hassadim, em misericórdia, fundiu-se com o Criador na linha direita, e agora verifica o quanto pode acrescentar a essa doação em prol da doação, ao estado de pequenez.

A pessoa deve sempre lutar pelo estado de pequenez (Katnut); o estado de grandeza (Gadlut) é apenas uma adição, AHP de Aliya (AHP de ascensão), isto é, uma pequena parte dos desejos de receber que podem se juntar aos desejos de doar. O principal é que a pessoa se move para a linha esquerda não quando repentinamente não gosta de algo, mas somente depois de ter construído a linha direita com seus esforços e ter o direito de despertar a linha esquerda.

Nós estamos constantemente posicionados contra o Criador: “Não há outro além Dele”. Mas o Criador veste roupas exteriores, representando toda a realidade: natureza inanimada, plantas, animais e pessoas. Nós devemos penetrar através dessas vestimentas, vesti-las e aceitar e revelar o Criador nelas. Para romper essas vestimentas, precisamos primeiro obter o desejo de doar. Só então, como pequenos acréscimos, adicionamos os desejos de receber a ele, o que é chamado de 30 minutos por dia.

Você pode determinar essa proporção não apenas pelo tempo, mas pelo peso ou tamanho. A ideia é lutar pelo estado de pequenez, ele é importante, e o estado de grandeza é apenas um acréscimo que deve ser cuidadosamente pesado. Nós devemos entender que não trabalhamos com desejos de receber genuínos, mas pesamos que desejos de receber podemos trabalhar para agregar prazer ao Criador acima de nossos desejos de doar.

O trabalho com o desejo de receber é muito mais difícil, elevado e sublime do que a construção dos desejos de doar, as atitudes de dar ao Criador.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 20/01/19, Escritos do Rabash, Vol. 1, Artigo 30 “O Que Procurar na Assembleia de Amigos”

1 Minuto 24:10

Comente